Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Piloto português quer ficar entre os dez primeiros

03 de Janeiro, 2014

Carlos Sousa (Great Wall) disputa o seu 15.º Dakar empenhado em conquistar um lugar no top-dez

Fotografia: AFP

"As minhas expectativas são iguais às dos últimos dois anos. O carro é o mesmo, tecnicamente igual. Por isso, a nossa expectativa e a da equipa é entrar novamente nos 10 primeiros, pois não temos possibilidade de ambicionar mais", declarou à agência Lusa o piloto de Almada, que, entre os próximos dias 5 e 18, vai participar no seu 15.º Rali Dakar.

Carlos Sousa, que deixou de se dedicar em exclusivo à competição, admite que "o pódio não está ao alcance", até porque, reconhece, este ano houve um conjunto de alterações aos regulamentos técnicos que "beneficiam os buggies".

"Os buggies são os carros que têm estado a evoluir mais. Esperamos, por isso, que estejam muito fortes e são cerca de dez a competir... Assim, se conseguirmos entrar nos dez primeiros, será muito bom para os meios que temos", reforçou.

O traçado desta edição do Dakar é diferenciado para os veículos pesados (carros e camiões), repartido entre Argentina e Chile, e para os mais leves (motas e "quads"), que disputam etapas pela primeira vez na Bolívia. Carlos Sousa lamenta que o Dakar deste ano, apesar de ser mais longo, não passe pelo Peru.