Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pilotos prontos para o Raid África

Joaquim Suami, Cabinda - 26 de Maio, 2017

O último Raid África Internacional promovido pelos Amigos da Picada aconteceu em 2015 Angola/Tanzânia percorrendo do Oceano Atlântico ao Índico

Fotografia: Francisco Bernardo | Edições Novembro

Dezanove motociclistas angolanos participam de 7 a 27 de Junho do ano em curso, na 12ª edição do Raide África Internacional, a ser promovido pelos Amigos da Picada, com o percurso Angola/Namíbia/Botswana/África do Sul/Moçambique/Swazilândia/Angola, numa distância de nove mil quilómetros de estrada.

O presidente dos Amigos da Picada, Lílio de Almeida, disse em entrevista ao Jornal dos Desportos que as condições técnicas e administrativas estão preparadas para que os motociclistas angolanos possam participar no Raide África Internacional sem sobressaltos. Referiu que, para além dos 19 motociclistas, o evento vai contar igualmente com quatro passageiros que vão conduzir as duas viaturas de apoio, perfazendo um total de 23 participantes.

\"A primeira etapa vai começar na província da Huíla no dia 7 de Junho e vamos percorrer cinco países africanos, nomeadamente Namíbia, Botswana, África do Sul, Moçambique e Swazilândia. Todas as condições estão criadas para esta actividade turístico-desportiva. Temos alguma experiência neste tipo de deslocações. Aliás, desde 2006 que estamos a conhecer a África por estrada. O importante é termos cautela, precaução e acima de tudo uma organização salutar\", disse.

Lílio de Almeida referiu que, os vistos de entrada dos 23 elementos que compõem a caravana da 12ª edição do Raide África Internacional estão emitidas para que o evento turistico-desportivo decorra num ambiente salutar.  \"Aqueles países que têm representações diplomáticas em Angola, como África do Sul e Moçambique já emitiram os vistos para não termos dificuldades ao longo das fronteiras.

A Namíbia e o Botswana não precisamos de vistos. O vista para Suazilândia iremos adquirir durante os três dias que faremos na Africa do Sul. O objectivo desta actividade é de saudarmos os 15 anos da paz, porque, temos sido os embaixadores do turismo angolano para os países africanos através do motociclismo\", disse.

Acrescentou que, a actividade para além de permitir conhecer a África por dentro, ajuda também, partilhar experiencias de culturas, usos e costumes dos povos africanos. \"Conhecemos cerca de 14 países africanos, desde da Guine- equatorial até ao ponto mais a sul de África (África do Sul), excepto o Quénia. Durante as nossas viagens temos transmitido ao longo das cidades, vilas e aldeias, mensagens de paz e de união entre os povos.

Temos falado de Angola, da convivência dos seus cidadãos, do passado, do seu desenvolvimento e das perspectivas para o futuro\", referiu. O último Raide África Internacional promovido pelos Amigos da Picada aconteceu, em 2015,Angola/Tanzânia, percorrendo o oceano Atlântico ao Índico, numa distancia de 13 mil quilómetros de estrada.