Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pirelli já prepara a nova época

28 de Novembro, 2013

Agora sinto que estou pronto para algo novo.”

Fotografia: AFP

Para além do domínio de Sebastian Vettel na pista, a temporada de 2013 da Fórmula 1 foi marcada por fortes críticas de pilotos e de equipas aos pneus desenvolvidos pela Pirelli, fornecedora oficial da categoria. Devido aos problemas enfrentados com os produtos deste ano, a empresa italiana age com cautela no desenvolvimento dos compostos para a próxima temporada, em que a categoria de elite do automobilismo mundial vai sofrer uma grande mudança no seu regulamento técnico.

As críticas aos produtos da Pirelli começaram ainda no início da presente temporada da F-1, mas o pior momento na relação entre a empresa e as equipas da categoria ocorreu no meio do campeonato. No Grande Prémio da Inglaterra, pneus de diversos carros estouraram, situação que obrigou os pilotos a pedirem garantias de segurança para disputar a etapa seguinte do calendário, na Alemanha.

A FIA impôs restrições aos conjuntos e a Pirelli modificou os seus compostos para o restante da temporada. Um teste realizado no carro da Mercedes depois do GP da Espanha, sem conhecimento das equipas rivais, também contribuiu para o descontentamento da maioria dos conjuntos.


Estes problemas fizeram a empresa italiana, que voltou a fornecer pneus para a Fórmula em 2011, adoptar mais cautela no desenvolvimento dos produtos para 2014, como contou o director de automobilismo da companhia, Paul Hembery durante o Grande Prémio do Brasil, no último fim-de-semana. Sem saber ainda o que os novos carros da Fórmula 1 vão exigir dos pneus, a empresa italiana esperava utilizar os primeiros treinos livres em Interlagos para realizar um teste preliminar dos compostos médios. Mas a chuva atingiu o circuito nos dois primeiros dias de actividade do evento impediu, que as equipas obtivessem as primeiras informações dos pneus antes de uma temporada em que os testes de pista são novamente restritos.

Pastor Maldonado define futuro em breve

O venezuelano Pastor Maldonado disse estar “bem próximo” de anunciar a equipa pela qual vai correr na época 2014 da Fórmula 1. Fora da Williams após três anos, Maldonado declarou ao site ESPN F1 que depende apenas de detalhes para anunciar a sua nova equipa. A Lotus é favorita, mas a Sauber e a Force India também são referenciadas. “Estamos bem próximos, para ser honesto”, disse Maldonado. “Temos trabalhado duro há alguns meses, e agora aguardamos apenas a confirmação para encerrar tudo, contrato e tudo o resto.”

Questionado sobre a equipa pela qual gostava de correr em 2014, o piloto venezuelano despistou cauteloso. “Com o meu staff e Nicolas (Todt, o seu agente), já tomamos a decisão, então vamos ver.” Até assinar o contrato nunca se sabe, explicou Maldonado. “Eu preferia assinar e estar 100 por cento certo antes de anunciar. O negócio podia ser agora, hoje à noite, amanhã, daqui a uma semana, um mês... Vamos esperar para conseguir o acordo.”

Após três anos com a Williams, o piloto despediu-se da equipa com o 16.º lugar no Grande Prémio do Brasil. No total, conquistou uma vitória, graças ao inesperado primeiro lugar no Grande Prémio da Espanha de 2012. “Eu aprendi muito com a equipa, que me deu a oportunidade de ter Rubens Barrichello como companheiro no primeiro ano, e ainda vencemos uma corrida, foi muito importante para a equipa depois de muitas corridas sem vencer. Agora sinto que estou pronto para algo novo.”