Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pitbull revela desejo em baixar de categoria

06 de Novembro, 2016

Patricky Pitbull sempre lutou nos pesos-leves (70 kg)

Fotografia: AFP


MMA
“Pitbull” revela desejo
em baixar de categoria


Desde que começou a competir MMA profissionalmente em 2005, Patricky ‘Pitbull’ sempre lutou nos pesos-leves (70 kg). Contratado pelo Bellator em 2011, o atleta nunca mudou de divisão e tem novo duelo marcado contra Derek Campos no próximo dia 3 de Dezembro. Contudo, actualmente, a vontade do brasileiro é de se testar em outra categoria e, ao que parece, a companhia está embarreirando a sua mudança.

Em conversa com a reportagem da Ag. Fight, Pitbull revelou que já tentou mudar de categoria mais de uma vez. De acordo com o atleta, o Bellator nunca lhe deu uma resposta concreta sobre o assunto e, consequentemente, ele segue lutando nos pesos-leves.

“Eu já tentei mudar de categoria. Já pedi para a organização me arranjar uma luta nos pesos-penas mas eles nunca me deram uma resposta firme e convincente. Já pedi várias vezes. Gostaria de fazer esse teste nos 66 kg e ver como seria. Mas, vamos continuar nos 70 kg por enquanto”, contou.

Escalado para enfrentar Derek Campos no Bellator 167, evento que será realizado no próximo dia 3 de Dezembro em Thackerville (EUA), Pitbull conhece bem o seu rival – os dois se enfrentaram em 2014 e o brasileiro levou a melhor e venceu por ko. E na opinião do irmão de Patrício ‘Pitbull’, o americano, apesar de ser um duro lutador, não evoluiu em nada o seu jogo.

“Acho que ele não mudou nada, continua com o mesmo jogo. É um cara muito duro e que gosta de lutar em pé. Na primeira vez que enfrentei ele, achei que ele fosse um wrestler e acabei perdendo o primeiro round pensando que ele fosse me derrubar. Foi um erro meu gravíssimo. No segundo round, quando fui para cima, consegui a sequencia e o ko nos primeiros segundos”, declarou.

Em Junho passado, Patricky Pitbull foi vergado por ko Michael Chandler em duelo valendo o cinturão vago dos pesos-leves do Bellator. Aos 30 anos de idade, o brasileiro colecciona na carreira um cartel com 16 vitórias e oito derrotas.