Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Portador da tocha morre na Sibéria

17 de Dezembro, 2013

Idoso de 73 anos caiu durante o percurso e faleceu no hospital

Fotografia: AFP

O percurso da tocha olímpica dos Jogos de Inverno de Sochi, na Rússia, ficou marcado este fim-de-semana pela morte de um dos elementos designados para a transportar. Vadim Gorbenko, treinador de luta greco-romana, de 73 anos, sentiu-se mal no início do percurso em Kurgan, no oeste da Sibéria, e, apesar de ter sido transportado para o hospital, veio a falecer de ataque cardíaco. Vadim Gorbenko, director desportivo escolar e técnico de luta greco-romana, caiu após andar 150 metros com a tocha.

“Ele voltou para o ponto de encontro e foi fotografado. Então, disse que não estava a sentir-se bem e foi levado para o hospital, mas os médicos não conseguiram salvá-lo”, disse Roman Osin, que viaja para acompanhar o percurso da tocha. O porta-voz afirmou que Gorbenko, que treinou alguns dos principais lutadores russos e recebeu honras de Estado, já tinha sofrido dois ataques cardíacos. Ele estava consciente quando foi levado ao hospital e conversou com o seu filho, já na maca”.

O percurso da tocha olímpica na Rússia, com duração de quatro meses e trajecto de 65.000 km, tem sido ofuscado por percalços. A chama foi apagada uma dúzia de vezes desde que o Presidente Vladimir Putin iniciou o trajecto na Praça Vermelha, a 6 de Outubro. No último mês o casaco de um dos carregadores pegou fogo enquanto corria com a tocha noutra cidade siberiana.Os astronautas receberam a tocha apagada no último mês, quando a chama foi levada para a Estação Espacial Internaciona, passou pelo Pólo Norte e pelo Lago Baikal, o maior em volume e profundidade no mundo. A jornada termina na Cerimónia de Abertura dos Jogos de Inverno, marcada para 7 de Fevereiro.