Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Portugal testa Angola

SILVA CACUTI - 02 de Junho, 2018

A Rssia, Coreia do Sul, Eslovnia, China, Chile e Islndia formam o grupo B; ao passo que a Frana, Alemanha

Fotografia: JOSE COLA | EDIES NOVEMBRO

A Selecção Nacional júnior feminina de andebol volta ao trabalho a 10 do corrente, quando der início ao terceiro e último ciclo de treinamento, visando o Campeonato do Mundo da Hungria, agendado de 1 a 14 de Julho. No terceiro e último ciclo, a equipa trabalha em Luanda até ao dia 16. No dia 17, ruma para Portugal, onde vai estagiar no Centro Desportivo da Juve Lis. Em terras portuguesas, a equipa angolana já tem confirmado um dentre vários jogos, que pretende disputar antes de jogar \"a sério\" no campeonato mundial. O jogo ocorre a 20 do corrente com a similar portuguesa, no campo do Centro Desportivo Juve Lis. O Centro da Juve Lis é bem conhecido das portuguesas. Foi nele que conseguiram a vitória por 34-15 sobre a Bulgária, na última jornada do grupo 1 da fase de qualificação europeia. A conquista permitiu a Portugal um lugar no Campeonato Mundial, ao se posicionar em segundo lugar, atrás da Espanha. O Director executivo da Federação Angolana de Andebol, António Sales, confirmou apenas um jogo amistoso. A Selecção Nacional pretende realizar vários, com adversários ainda por indicar. O objectivo da equipa nacional, no Mundial, é a melhoria da 14ª posição, obtida na última presença na prova, em 2016. Edgar Neto, seleccionador nacional, trabalha com 19 atletas e deve levar ao estágio menos três. O técnico escolheu as atletas Eliane Paulo, Aminata Kanka, Audília Carlos (guarda-redes), Beatriz Masseu, Morança Francisco, Celma Mário, Stélvia Pascoal (lateral esquerda), Luzia Kiala (lateral direita), Helena Paulo, Chélcia Gabriel, Vera Ngonga (centrais), Giza Marques, Patrícia Neto, Mornesa Tenda (pontas esquerda), Mafuta Pedro, Emingarda Ferreira (pontas direita), Ruth João, Estefânia Venâncio e Ilódia Joaquim (pivots). A equipa vai jogar a primeira fase inserida no grupo C, o mesmo da campeã em título, a Dinamarca. Constam também do grupo a Holanda, Roménia, Japão e  Paraguai. A Hungria, Noruega, Montenegro, Brasil, Portugal e Costa do Marfim integram o grupo A. , Espanha, Croácia, Egipto e Suécia estão inseridas no grupo D.

LUANDA
Apal apresenta finais dos provinciais

A Associação Provincial de Andebol de Luanda apresenta, na próxima segunda-feira, às 10h00, em conferência de imprensa, na sua sede, a fase final dos campeonatos provinciais Angomart, em seniores. As finais jogam-se a partir de terça-feira, em sistema de "play off" a melhor de três jogos. O 1º de Agosto colocou as suas duas equipas nas finais. Na final feminina, vai jogar diante do Petro de Luanda e, na masculina, os militares vão defrontar o Interclube. Para chegarem à final feminina, as agostinas bateram a similar da Marinha de Guerra por 34-14, com já favoráveis 17-7, ao intervalo, em partida disputada na quinta-feira, no campo do RI20.
O Petro de Luanda, a jogar diante do Progresso do Sambizanga, em casa, não teve dificuldades e despachou as sambilas por 20-18, depois de estar em vantagem de 11-7 ao intervalo. Na classe masculina, o Interclube deixou para trás o Petro de Luanda, ao passo que o 1º de Agosto afastou a Marinha de Guerra, nos jogos das meias-finais. Na conferência de Imprensa, a Apal poderá também clarificar os critérios de distinção das melhores duplas de arbitragem e outras distinções individuais da competição. Os prémios a atribuir também poderão ser já anunciados. Recordar que, recentemente, a Apal assinou um acordo de parceria com a empresa Angomart, que atribui nome a todas as competições sob a égide da Associação.                        
SC