Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

PR pedala nas estradas do Lobito

Jlio Gaiano, no Lobito - 06 de Janeiro, 2020

Chefe de Estado fez o seu percurso de bicicleta numa mdia de 26 Km por hora

Cerca de cinquenta ciclistas, em representação das equipas do Jair Transportes, Escola de Ciclismo Alberto Pepino, Duas Rodas, Lobito Bike, Link Conection e da província Huíla testaram, na manhã de sábado, os dotes e qualidades técnicas do Presidente da República, João Lourenço, nas estradas da cidade do Lobito, Benguela. O acto foi testemunhado por milhares de munícipes.
As portas-do-mar, isto é, de fronte à Administração Municipal do Lobito, na Restinga, foi o ponto de partida e de chegada da corrida, que durou 1 hora e 17 minutos.
Num percurso de 34 km (circuito fechado), João Lourenço pedalou durante 1h17’, numa velocidade medida em 26km/h, espelhando estar em óptimo estado físico-mental. Comandou o pelotão da frente do princípio ao fim, para a alegria e aplausos da assistência que, desde as 6h30’, se encontrava à beira da estrada (alguns nas varandas dos prédios), para testemunhar a pujança do Chefe de Estado em cima de uma bicicleta.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, o presidente da Associação Provincial de Ciclismo de Benguela (APCIB), Fernando Pepino (Nando), considerou excelente a marca obtida pelo Presidente da República, tendo em conta a idade e reponsabilidade que exerce, para além da idade que ostenta.
“Estou bastante satisfeito com o treino do Presidente da República. Foram 34 km, numa média de 26km/h. É uma média muito boa para quem não pratica o ciclismo. O que me consta é que, nos seus exercício matinais, em Luanda, (o PR) tem feito 20 km e, para a nossa felicidade, aqui, bateu o record, fazendo 34, isto é, mais catorze quilómetros de estrada, na mesma média (26/27 km/h)”, sublinhou.
O presidente da APCIB acredita, que a chuva que se abateu na cidade ferroportuária terá influenciado no registo obtido pelo PR. “Pelo ritmo que se imprimiu, preconizávamos que a média rondaria em volta dos 27 a 28 km/h, mas a chuva que surgiu nos últimos dez quilómetros, acabou por tirar aquele ritmo e, ainda assim, o PR manteve a sua marca habitual (26km/h).
Além dos ciclistas federados das equipas do Jair Transportes, ECAP, Duas Rodas, Lobito Bike, Link Conection e um individual em representação da Huíla, participaram da festa antigos praticantes, amadores, governantes, políticos e membros da sociedade civil amantes da modalidade. O governador provincial, Rui Falcão, apesar de equipado, não se fez à estrada por lesão.