Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Prazo para candidatura termina hoje

Helder Jeremias - 02 de Março, 2016

Para o responsável para a área técnica da comissão de gestão, Eduardo André,

Fotografia: Jornal dos Desportos

Termina hoje o prazo de entrega de listas de candidatura às eleições para os corpos gerentes do ciclo olímpico 2016/2020 da Associação Provincial de Motocross de Luanda, que têm lugar no sábado a partir das 16h00 nas instalações a antiga sede da instituição, localizada no bairro Maculusso.

À quatro dias para a consumação do acto que vai dar por terminada as funções da comissão de gestão, liderada pelo coordenador, Júlio Quental , foi apresentada uma lista aspirante ao poder decisivo dos destinos do motocross, encabeçada pelo reformado piloto Carlos Soweto.

A comissão eleitoral, liderada por João Neto, coadjuvado por representantes do Ministério da Juventude e Desportos, está informada  da existência de uma lista única, mas o preceitos do processo democrático postulam o cumprimento do prazo estabelecido, pelo que o pronunciamento final está marcado para às 17 horas.

O Jornal dos Desportos apurou junto dos associados que existe unanimidade na aceitação da lista de Carlos Soweto, tem em conta o seu curriculum, no qual ressalta várias proezas  enquanto piloto e vasta experiência técnica e administrativa adquirida depois que colocou fim à carreira desportiva.

Na lista de Carlos Soweto, apoiada por pessoas idóneas e antigos ex-praticantes, fazem parte vários jovens da sua época, facto que deixa transparecer o desejo de incutir "sangue" novo na direcção do órgão reitor da modalidade ao nível da capital do país, sem descurar o suporte dos veteranos para cumprirem à risca os objectivos preconizados.

O coordenador da comissão de gestão, Júlio Quental, reafirma o sentimento do dever cumprido por parte do  elenco durante os dois anos  de gerência da Associação e acredita que "está na hora de  passar o testemunho para os mais jovens, pois a classe de veteranos sempre se bateu para que o motocrosss mantivesse a força que ostenta entre as modalidade de maior expressão na praça nacional".

Para o responsável para a área técnica da comissão de gestão, Eduardo André, "o mais importante é devolver ao motocross toda a vitalidade que lhe é característica, algo que passa pela existência de uma direcção bem estruturada", por isso vaticina "mais união no seio dos associados".
Helder Jeremias