Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Prefeito fala do que contou na candidatura aos Jogos

03 de Junho, 2015

Nós queremos trazer a Olimpíada para o Rio para mudar as coisas. Ninguém precisa ser comparado com o Rio.

Fotografia: AFP

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, declarou ontem, terça-feira, que a cidade foi escolhida para sediar as Olimpíadas de 2016 porque era a "pior" entre os concorrentes, referindo-se aos problemas de infraestruturas. "Nós ganhamos justamente porque éramos os piores", disse. "Toda vez que as pessoas chegarem aqui no Rio de Janeiro e compararem com Londres, a experiência não vai ser boa. Se quiser comparar com Tóquio, a experiência não vai ser boa. Até porque a razão de a gente ter ganho olimpíada não é porque a gente tinha infraestrutura melhor.

Nós ganhamos justamente porque nós éramos os piores", disse, durante a cerimónia de entrega de sete sedes permanentes de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) construídas com recursos da prefeitura. Segundo Paes, os Jogos Olímpicos teriam justamente o papel de modernizar a cidade. Para ele, não pode haver comparação com antigas sedes das competições. "Nós queremos trazer a Olimpíada para o Rio para mudar as coisas. Ninguém precisa ser comparado com o Rio.

Brasil vence Cuba em desafio de luta olímpica
O Brasil teve um óptimo desempenho na luta olímpica e venceu o Desafio Internacional de Wrestling contra a equipa cubana. Disputado na Vila Olímpica de Duque de Caxias, na segunda-feira, a delegação brasileira conquistou quatro vitórias com David Albino, Giullia Penalber, Joice Silva e Aline Silva, que triunfaram por 4-1. Oscar Marín foi o responsável pelo único resultado positivo dos caribenhos.