Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Presidente do Quénia quer tempo para adoptar novas leis

08 de Abril, 2016

O atletismo queniano está sob observação

Fotografia: AFP

O presidente do Quénia disse quarta-feira que o país precisa de tempo para implementar a nova lei anti-doping internacional e manifestou-se convicto de que os quenianos possam participar nos Jogos Olímpicos Rio2016, de 05 a 21 de Agosto.

“O prazo deve ser baseado na duração do processo legislativo nacional. Creio que nos próximos meses vamos dar todos os passos para estabelecer estas leis no Quénia. O nosso país está no caminho certo”, assegurou Uhuru Kenyatta.

 “O país está comprometido e pedimos-lhes para deixar o processo seguir o seu rumo”, acrescentou, depois de o presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), Sebastian Coe, ter ameaçado os atletas quenianos de suspensão nos Jogos Olímpicos se a nova legislação não estiver em vigor.

No início de Abril, os parlamentares quenianos apresentaram um projecto de lei que pune em 1.000 dólares (872 euros) e/ou um ano de prisão para os atletas condenados por doping, bem como avançaram para a tentativa de implementação de uma agência anti-doping (Adak): entretanto, os trabalhos parlamentares estão suspensos até 20 de Abril.

A IAAF tinha exigido a Nairobi que demonstrasse até 05 de Abril ter tomado medidas para reforçar a sua legislação anti-doping e dotasse de meios a Agência Anti-doping do Quénia (ADAK), em linha com as regras da Agência Mundial Anti-doping (AMA), sob pena de os atletas do país serem excluídos dos Jogos Olímpicos Rio2016.

A nova legislação pode, no entanto, demorar meses até ser adoptada, já que serão necessárias mais apreciações parlamentares, audições em comissão e posterior promulgação presidencial para a sua entrada em vigor.

No início do mês, a IAAF incluiu o Quénia no elenco de cinco países (que inclui ainda a Etiópia, Marrocos, Ucrânia e a Bielorrússia) sob vigilância por não terem adoptado medidas adequadas anti-doping.