Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pressão altera palco dos nacionais de voleibol

Francisco Carvalho - 16 de Outubro, 2014

Cidade de Luanda volta a acolher os campeonatos nacionais depois de ter acolhido o evento desportivo há dois anos

Fotografia: Jornal dos Desportos

A pressão do Petro de Luanda e a do 1º de Agosto sobre a Federação Angolana de Voleibol ditou a mudança de palco dos campeonatos nacionais seniores masculino e feminino de voleibol, para a cidade de Luanda, inicialmente previstos para a cidade do Lubango, na província da Huíla, de 15 a 26 do corrente. Os dois clubes mais fortes do país alegaram aviso tardio do interesse da Huíla em acolher os nacionais e que não dispunham de orçamento para se deslocarem àquela cidade do Sul do país.

O secretário-geral da Federação Angolana de Voleibol, José Monteiro, confirmou ao Jornal dos Desportos que a sua instituição foi “pressionada pelos dois clubes” para alterar o local que vai acolher as duas provas nacionais.José Monteiro disse que os dois clubes da capital do país justificaram que se prepararam para os campeonatos nacionais, tendo como palco a cidade de Luanda e “não a cidade do Lubango”. Pela importância que os dois clubes ostentam no desenvolvimento do voleibol no país, a direcção da Federação Angolana manteve um encontro no passado dia 11 do corrente com os clubes de Luanda para dirimir as diferenças que opunham à participação nos dois eventos desportivos.

Com a alteração de palco, as datas também sofreram mudanças. Assim, o pavilhão anexo número dois da Cidadela Desportiva acolhe entre os dias 28 de Outubro a 9 de Novembro a XXVIII edição dos campeonatos nacionais seniores masculino e feminino. À 12 dias das competições, a Federação continua a negociar com representantes das equipas das províncias do interior. Benguela e Namibe já rejeitaram a participação por falta de apoio e de patrocínio.

 Namibe, Huambo e Cuanza Sul ainda mantêm uma réstia de esperança quanto à participação. Problemas relacionados com a falta de apoio e de patrocínio estão na ordem do dia.Face à desistência dos representantes de várias Associações provinciais, os dois campeonatos nacionais seniores masculino e feminino podem ser disputados apenas por quatro clubes de Luanda: o Petro de Luanda,  o 1º de Agosto e o Progresso Sambizanga que devem ser representados por  duas equipas, enquanto o Bangu FC com uma masculina.

A reunião técnica da XXVIII edição dos campeonatos nacionais seniores masculino e feminino acontece dois dias antes da cerimónia de abertura e vai abordar o horário dos  jogos.Recentemente, o secretário-geral da FAVB manifestou preocupação pelo silêncio das equipas de Luanda. José Monteiro criticou a postura de alguns dirigentes desportivos, que não fazem as inscrições dentro dos prazos estabelecidos. Para o evento do Lubango, o Progresso  Sambizanga foi a única equipa de Luanda que tinha confirmado a participação.