Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Professor de Educao Fsica defende anlise profunda sobre o desporto escolar

Gaudncio Hamelay, no Lubango - 08 de Fevereiro, 2020

O desporto escolar é um assunto candente, que deve ser analisado de forma profunda, defendeu no Lubango, Mangel Zua, professor de educação física na província do Bengo, que participou nos X Jogos Nacionais Escolares realizados há  dias na Huíla.
 Mangel Zua argumentou ser um assunto candente, por existirem elementos que devem  ainda merecer atenção,  pelo facto de não haver um desporto escolar desejado a nível das instituições escolares.
Essa situação, acrescentou, vai exigir muita reflexão e actuação directa, para o melhoramento do desporto a nível das escolas, para permitir trazer os grandes benefícios do desporto pretendido no alto rendimento.
“Se continuarmos com este tipo de desporto escolar, com tanta deficiência que não preciso frisar aqui, então vamos ter muitas dificuldades de ter na essência o conceito real do desporto escolar”, defendeu.
 Na opinião do professor de educação física da província do Bengo, Mangel Zua, para se chegar ao conceito real do desporto real, falta ainda uma moralização da sociedade.
“Há um slogan que vivemos durante algum tempo, que o desporto escolar é uma responsabilidade de todos.
Se cada um se rever neste slogan, certamente que o desporto vai melhorar”, disse. Mangel Zua refere, que a educação física e o desporto escolar são duas coisas completamente diferentes.
 Explicou, que se nas aulas de educação física é ensinado as modalidades que devem ser implementadas no desporto escolar, já \"o desporto escolar é um assunto muito candente, que deve ser analisado de forma profunda, porque existem elementos que devem ser considerados\".
Mangel Zua reconheceu, que a educação física nos últimos tempos tem ganho o seu espaço. Fundamentou que, nos dias de hoje, se fala de educação física como uma ciência igual a outras cadeiras curriculares.
“E isso tem trazido melhorias. Para valorização da cadeira de educação física, nós, professores dessa disciplina formados na área, é que temos que fazer sentir isso. Mostrar de que ela não é uma cadeira qualquer, mas é igual as outras cadeiras curriculares.
Nós, os professores de educação física, é que temos de procurar valorizar primeiro, para os outros puderem também valorizar a nossa disciplina”, frisou.
 Mangel Zua destacou a importância das acções formativas, durante a fase nacional dos jogos escolares realizadas pelo Ministério da Educação, onde participou há dias no Lubango.