Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Professores de educao fsica concluem com xito formao

Gaudncio Hamelay-Lubango - 27 de Outubro, 2015

No fim da aco formativa os formandos receberam do comit organizador diplomas de participao para a alegria dos mesmos

Fotografia: Dombele Bernardo

Munir os professores de educação física de conhecimentos teóricos e práticos indispensáveis ao bom desenvolvimento das actividades desportivas nas escolas do ensino geral público e privado, constituiu o objectivo da acção formativa encerrada domingo no Lubango, que contou com a participação de 280 professores dos 14 municípios da província da Huíla promovida pelo projecto de massificação de atletismo denominada “Okuhateka”.Ao longo dos quatro dias de intensa formação em sessões bi-diárias foram abordados temas sobre noções básicas dos primeiros socorros, plano de treinamento teórico, atletismo nas suas três vertentes (técnicas de corridas, saltos e lançamentos), técnicas de metodologia de como dar aulas as crianças de tenra idade, entre outros.

Avelino Satende, responsável pelo Departamento de Educação e Ensino, em representação do director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia da Huíla que falava na cerimónia de encerramento decorrida no estádio de Nossa Senhora do Monte, sublinhou que o evento promovido pelo projecto “Okuhateka”, (Correr) gizado pela antiga fundista Ana Isabel, contribui sobremaneira na ampliação e aprofundamento dos conhecimentos teóricos e práticos dos formandos, o que muito contribuirá na melhoria da qualidade do processo de ensino e aprendizagem tão almejada no Ministério da Educação consequentemente o Executivo Angolano e pelas nossas populações.

 Avelino Satende disse que o professor precisa de conhecer e dominar diversos instrumentos teóricos e práticos, daí a necessidade de apetrecha-los com distintas metodologias para corresponderem com as exigências de momento. Destacou ser imperioso que na componente teórica deve-se transmitir aos professores de educação física noções técnicos fundamentais a compreensão e conhecimento dos conteúdos e formas específicas de actuação ao nível motor junto das crianças.

 Acrescentou que na componente teórico-prática equipara os professores com habilidades motoras e técnicas elementares dos temas considerados prioritários da educação desportiva nas escolas do ensino geral. E na componente prática, esclareceu, realizar com os professores actividades práticas de forma a adquirirem a experiência necessária para leccionar com êxitos as aulas de educação física e organizarem encontros e torneios desportivos escolares.

Parabolizou a coordenação do desporto escolar, aos facilitadores pelo esforço empreendido e aos formandos pela total entrega na assimilação dos conhecimentos.Ressaltou que os 40 anos de Independência Nacional é sinónimo de um percurso pilar para a consolidação de todo o investimento que o Executivo angolano tem estado a implementar no sector da educação.

 “E este momento não está alheio porque dentro de dias iremos festejar mais uma data da proclamação da nossa Independência Nacional. Por isso, o objectivo desta formação, visou munir os professores desta disciplina de educação física de conhecimentos teóricos e práticos indispensáveis ao bom desenvolvimento das actividades desportivas nas escolas do ensino geral e não só, onde encontramos crianças adolescentes, jovens de diferentes idades”, sustentou.

O representante do director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia da Huíla desejou aos formandos êxitos na aplicação de conhecimentos adquiridos durante a formação e considerou de um grande ganho para a modalidade de atletismo neste 40 anos de Independência Nacional. No fim da acção formativa os formandos receberam diplomas de participação.

Aposta
Projecto Okuhateka é motivo de inspiração na Huíla


 O director geral da empresa cervejeira Ngola e Coca-Cola Sul de Angola, Pedro Lopes, pediu aos formandos a inspirem-se na força e coragem de Ana Isabel que face as dificuldades financeiras não baixa os braços e implementou um projecto valioso de descoberta de novos talentos para o atletismo nacional. Ressaltou que por esse motivo, a empresa cervejeira Ngola e Coca-Cola Sul de Angola tem o prazer imenso de ter abraçado esse projecto, não só porque é uma causa desportiva mas porque todos devem abraçar as causas que engrandecem o desporto angolano no geral e em particular da região Sul.

  “E devemos dentro das nossas possibilidades estar sempre presentes em causas desportivas, mas também achamos que é algo inspirador nos momentos em que a economia de Angola vive momentos menos bons, vemos pessoas como Ana Isabel que tem a coragem e inspiração de seguir em frente com projectos que por mais humildes sejam, são grandiosos”, afirmou. Pedro Lopes considerou um projecto inspirador para a empresa patrocinadora oficial no geral porque devia haver muito mais Ana Isabel em Angola com iniciativas de género.

 Manifestou a sua satisfação em associar-se a este tipo de projectos e revelou não ter possibilidades de juntar-se a todos, mas aqueles que realmente inspiram o povo angolano são os que a empresa dirige vai abraçar. “E neste projecto, sentimos isso. Que realmente fomos todos inspirados. Espero que esta acção formativa tenha contribuído para vossa formação, tenha sido um ponto com mais-valia para vós. E, agora como treinadores e professores de educação física com a mesma força e vivacidade consiga inspirar os vossos alunos e atletas porque Angola precisa de mais atletas. Somos poucos ainda e podemos ser muitos mais.
E quantos mais aparecerem melhor sairá e podemos escolher alguns assim como Ana Isabel atletas olímpicos de Angola”, disse Pedro Lopes.
Enalteceu a antiga fundista Ana Isabel e a toda sua equipa que abraçou a causa deste projecto e que o tornaram em realidade. E, apelou aos formandos a contribuírem para o sucesso do atletismo em Angola e em particular na província da Huíla. 
        Gaudêncio Hamelay, no Lubango


 Avelino Satende disse que o professor precisa de conhecer e dominar diversos instrumentos teóricos e práticos, daí a necessidade de apetrecha-los com distintas metodologias para corresponderem com as exigências de momento. Destacou ser imperioso que na componente teórica deve-se transmitir aos professores de educação física noções técnicos fundamentais a compreensão e conhecimento dos conteúdos e formas específicas de actuação ao nível motor junto das crianças.

 Acrescentou que na componente teórico-prática equipara os professores com habilidades motoras e técnicas elementares dos temas considerados prioritários da educação desportiva nas escolas do ensino geral. E na componente prática, esclareceu, realizar com os professores actividades práticas de forma a adquirirem a experiência necessária para leccionar com êxitos as aulas de educação física e organizarem encontros e torneios desportivos escolares.

Parabolizou a coordenação do desporto escolar, aos facilitadores pelo esforço empreendido e aos formandos pela total entrega na assimilação dos conhecimentos.Ressaltou que os 40 anos de Independência Nacional é sinónimo de um percurso pilar para a consolidação de todo o investimento que o Executivo angolano tem estado a implementar no sector da educação.

 “E este momento não está alheio porque dentro de dias iremos festejar mais uma data da proclamação da nossa Independência Nacional. Por isso, o objectivo desta formação, visou munir os professores desta disciplina de educação física de conhecimentos teóricos e práticos indispensáveis ao bom desenvolvimento das actividades desportivas nas escolas do ensino geral e não só, onde encontramos crianças adolescentes, jovens de diferentes idades”, sustentou.

O representante do director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia da Huíla desejou aos formandos êxitos na aplicação de conhecimentos adquiridos durante a formação e considerou de um grande ganho para a modalidade de atletismo neste 40 anos de Independência Nacional. No fim da acção formativa os formandos receberam diplomas de participação.