Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Prolas abrilhantam lanamento do africano

01 de Julho, 2018

Sete nacional vai a Brazzaville tentar erguer o dcimo terceiro trofu continental

Fotografia: kindala Manuel | Edies Novembro

As \"Pérolas\", designação da Selecção Nacional sénior feminina de andebol, campeãs africanas,  vão ser o  principal atractivo do torneio de quatro nações, que serve de lançamento do Campeonato Africano, que se disputa em Brazzaville, em Dezembro do corrente.
A prova disputa-se de 17 a 22 de Julho, em Brazzaville, e a participação da selecção angolana foi confirmada por Zeca Venâncio, vice-presidente da Federação Angolana de Andebol, durante a cerimónia de sorteio dos campeonatos nacionais.
Segundo aquele responsável, a participação do conjunto angolano foi tratada ao mais alto nível, entre os ministros dos Desportos dos dois países. Segundo apuramos, além de Angola, partivipam no torneio os anfitriões e as selecções do Senegal e dos Camarões.
O convite às Pérolas, chega numa altura em que as equipas cumprem a derradeira fase de preparação para o campeonato nacional, que está aprazado para 25 de Julho a quatro de Agosto. Este facto faz com que a federação esteja com alguma dificuldade, na definição dos prazos de preparação do conjunto nacional.
\"Realmente não sei como a federação vai fazer, para responder a este convite. Fica difícil aos clubes, que têm as principais atletas na selecção, dispensarem as suas atletas para a selecção, com uma semana de antecedência dos campeonatos. Uma saída seria a federação negociar com um clube que estivesse interessado, em nome da selecção, participar no torneio. Seria uma espécie de estágio para o campeonato\", sugeriu um dirigente presente na cerimónia de sorteio.
O arranque da preparação, propriamente dita, da selecção, visando a prova africana de Brazzaville, está prevista para o período após a disputa do campeonato nacional e inclui a participação num torneio na Dinamarca e um estágio na Holanda.
A Selecção Nacional, tecnicamente orientada pelo antigo campeão mundial, Morten Soubak, vai a Brazzaville tentar manter a tradição e erguer o 13º título continental.