Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Prova biena pode evoluir cariz internacional

17 de Agosto, 2019

A provncia do Bi tem fornecido muito atletas, inclusive campees, para as nossas seleces, afirmou.

Fotografia: Jornal dos Desportos

A corrida pedestre denominado \"Cuito Cidade Invicta\", de periodicidade anual, pode ter cariz internacional nas próximas edições, segundo o vice-governador da província do Bié. Carlos Ulombe da Silva afirmou, que a internacionalização da prova foi proposto pelo presidente da Federação Angolana de Atletismo, Bernardo João.
Falando no final da VII edição da corrida, que visou saudar o 84º aniversário do município do Cuito, Carlos Ulombe da Silva afirmou que a proposta estará em estudo, o que levará a uma revisão profunda do governo na realização da mesma.
“É um desafio, a proposta do presidente da Federação Angolana de Atletismo e nós vamos reflectir sobre a mesma e depois comunicar a federação”, afirmou o vice-governador para o sector político e social.
 Bernardo João, presidente da Federação Angolana de Atletismo, disse que a prova correspondeu as expectativas, apesar de só terem competido atletas das províncias do  Huambo , Cuanza Sul, Huíla, além da anfitriã.
“Esta prova já faz parte do calendário nacional de provas da federação e por isso tem todo o nosso apoio técnico, para a realização da mesma. Nós convidamos todos as  províncias para fazer parte desta competição, mais por vários motivos, tivemos aqui apenas atletas de três provinciais”, lamentou Bernardo João.
Já o secretário-geral do Comité Paralímpico, António da Luz, depois de premiar os vencedores na classe paralímpica, disse estar satisfeito com o evoluir do desporto paralímpico  na província do Bié.  “A província do Bié tem fornecido muito atletas, inclusive campeões, para as nossas selecções”, afirmou.

VELOCISTAS
EM BOM PLANO

A corrida pedestre de 10 quilómetros por estradas teve bom desempenho dos atletas concorrente, o que satisfaz o presidente da Federação de Atletismo, que pretende novas marcas dos corredores nacionais. A marca de 33.38.57 conseguida pelo vencedor da VII edição da corrida \"Cuito Cidade Invita\", António Domingo, foi considerada satisfatória.
Na classe das senhoras Regina Rebeca, Interclube,  ficou com o primeiro lugar, e Rita Francisco, do Cuanza Sul,  em segundo. Neste prova, a primeira a cortar a meta foi uma atleta inscrita na categoria popular, Lúcia Capingãla, que deixou as duas atletas federadas atrás.
Na categoria dos paralímpicos, em masculinos,  Sabino Chipete foi primeiro e Constantino Cambuli em segundo. O terceiro lugar foi conquistado pelo fundista  Silvestre Ngula. Em femininos o primeiro lugar ficou com Anita Ngueve.  Joya Fernando e Maria Joaquina ficaram na segunda e terceira posição.
No final da prova, os três primeiros classificados de cada categoria e classe, receberam uma taça e um valor que de 50, 30 e 20 mil kwanzas, respectivamente. Na classe de juvenil e de infantil, os dez primeiros receberam pasta escolar. Neste edição, o tiro de largada foi dado pelo vice-governador Carlos da Silva. A partida foi no bairro do Caluapanda e a chegada no jardim Espelho de Água.                     JOÃO CONSTANTINO|Cuito