Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Provas regionais reduzem custos

Gauncio Hamelay no Lubango - 18 de Março, 2019

. Os vencedores e subsequentes integrantes do pdio disputam o campeonato nacional em duas provas

Fotografia: Edies Novembro

A realização de provas regionais implementada pela Federação Angolana de Desportos Motorizados vai facilitar na redução de custos das equipas participantes em diferentes campeonatos inseridos no calendário da época 2019. A constatação é do presidente de direcção da Associação Provincial de Desportos Motorizados da Huíla, Ivan Santos.O novo modelo de campeonato regional permite as disputas das provas de karting, super-moto e FZ num raio de 400 quilómetros. Para Ivan Santos, \"as equipas com menos recursos vão conseguir fazer mais\".\"Isso é vantajoso, porquanto vamos cortar um pouco os custos com as despesas de deslocação e de acomodação. Os pilotos locais já não vão a Luanda duas vezes para competir no campeonato nacional\", justificou.A inovação da FADM está a permitir a criação de um núcleo forte na região Sul. Muitos pilotos das classes de super-moto e de karting, que haviam abandonado as pistas, estão a regressar, segundo Ivan Santos.\"Acredito que isso vai ser bom e fortificar o núcleo do desporto na região Sul. Se assim acontecer, vamos dar o nosso contributo à semelhança do passado. Sempre fomos a base do desporto nacional\", assumiu o gestor.O novo figurino de competições da FADM contempla dois campeonatos regionais, mormente, o da zona Sul e da Norte. A Sul congrega as províncias da Huíla, Huambo, Cuando Cubango, Benguela, Bié e Namibe. Os vencedores e subsequentes integrantes do pódio disputam o campeonato nacional em duas provas. 

ZONA SUL
O campeonato regional Sul é disputado em seis jornadas e envolve oito categorias de desportos motorizados, mormente, karting iniciados, karting DD2, moto FZ, super-motos, automóveis TUR 1600, Turismo Diesel, Sport Protótipo e ZT. A província de Cunene pode acolher a sétima jornada, se houver patrocinador para assumir os custos de realização.  O comité organizador está a fazer as demarches junto de entidades competentes pata ajustar a programação.A província do Namibe já acolheu a primeira jornada, no âmbito da realização das Festas Mar que decorre até o dia 31 do corrente. O evento contou com 36 pilotos, dos quais 18 são da província da Huíla. O Cuando Cubango acolhe, no próximo mês, a segunda jornada. Benguela é palco da terceira jornada em Maio. Depois seguem-se as províncias do Bié, Huambo e Huíla, em Setembro.\"Estamos bem representados e mostrámos em Moçâmedes que somos uma potência do desporto motorizado\", disse.