Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Provas têm lugar de madrugada

08 de Dezembro, 2014

Os angolanos assistem de madrugada às provas dos representantes nacionais na competição a decorrer no Rio de Janeiro

Fotografia: AFP

Os aficionados angolanos de voleibol de praia e de natação assistem de madrugada às provas desses torneios nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016. O Comité Olímpico Internacional (COI) e organizadores brasileiros decidiram colocar esses jogos à meia noite do Brasil (4h00 de Angola), em reunião decorrida no Mónaco.

As finais das provas de natação vão começar às 22h00 locais (2h00 de Angola) e prolongam-se até à meia-noite (4h00 de Angola). O voleibol de praia vai ser disputado em Copacabana e as partidas têm início à meia-noite (4h00 de Angola). Os horários dos jogos foram estabelecidos para agradar os interesses da rede de televisão norte-americana NBS, detentora dos direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos.

As duas modalidades, muito populares nos Estados Unidos, vão ser emitidas em horário nobre (local) da grelha de programação no fim da noite.
O porta-voz do Comité Olímpico Internacional, Mark Adams, disse que "os Jogos Olímpicos são eventos globais vistos em todo o mundo e a programação tem de ser trabalhada para dar a melhor vitrine para cada desporto".

Os horários estabelecidos e aprovados pelas duas entidades não agradam a todos os associados. As autoridades do Comité Olímpico Australiano já se tinham manifestado contrárias às finais da natação num horário tão tardio. "Precisamos de organizar a programação que a televisão pede em conjunto com as federações internacionais", disse o presidente do comité organizador dos Jogos do Rio'2016, Carlos Arthur Nuzman.

BUBKA DESTACA
EVOLUÇÃO DAS OBRAS


O ucraniano Sergei Bubka, membro do COI, disse que a organização dos Jogos Rio'2016 "está a fazer bons progressos" na preparação para o evento.
"A última visita correu muito bem. A organização está a fazer bons progressos. Toda a gente está empenhada na preparação dos Jogos Olímpicos", afirmou o antigo campeão e recordista mundial do salto à vara, antes de uma reunião do Comité Executivo do COI, no Mónaco.

A Comissão de Coordenação do COI visitou o Rio de Janeiro entre 29 de Setembro e 1 de Outubro e entregou um relatório ao Comité Executivo. O Comité Executivo criou esta Comissão de Coordenação, que trabalha em conjunto com a organização, depois das preocupações manifestadas em Abril pelo vice-presidente do COI, John Coates, em relação aos atrasos na construção das infra-estruturas.