Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Provincial arranca hoje no circuito do Gamek

Helder Jeremias - 25 de Maio, 2019

A semana iniciou com a interveno de mquinas no circuito

Fotografia: Edies Novembro

A comissão de gestão da Associação Provincial de Motocross de Luanda, empossada dia 25 de Abril, trabalha de forma aturada os últimos detalhes  à volta da realização da jornada inaugural do Campeonato Provincial, agendada para hoje, sábado, a partir das 13h00, no circuito internacional, Jorge Varela.

Os amantes do motocrosse viveram momento de muita apreensão devido à inoperância dos corpos sociais da direcção  liderada pelo ex-piloto da categoria dos 250cc, Carlos Soweto,  e a eminente ameaça da não realização na época 2019, do provincial da capital, motivo pelo qual os associados foram unânimes em substituir a referida direcção pela comissão de gestão.

Liderada pelo proprietário da Escola de Motocrosse de Viana, a comissão de gestão garante trabalhar com esmero, de forma a racionalizar o tempo para realizar o maior número de provas possíveis,  antes do ano em curso chegar ao seu fim.

Apesar das dificuldades com que as equipas e pilotos individuais se deparam,  no que diz respeito à obtenção de equipamento e peças sobressalentes,  para efectuar a manutenção das respectivas motorizadas, a comissão de gestão recebeu a garantia da presença de um considerável número de pilotos, nas três categorias (250cc, 150cc e moto 4).

A semana iniciou com  a intervenção de máquinas no circuito,  cuja remoção de resíduos sólidos, vegetação e nivelamento da pista deve concluir hoje, de modo a permitir que o palco do evento esteja livre para a realização de sessões de treino individuais e colectivas,  48 horas antes do início da competição.

Carlos Moreira lidera a comissão de gestão, coadjuvado por várias personalidades com pergaminhos  no motocrosse, com destaque para o vice-presidente, Osvaldo Gouveia e o secretário-geral, Henrique Bobernan, razão pela qual a classe sente-se reconfortada por saber que a modalidade ainda vai à tempo de sair da profunda dormência,  em que se encontra votada.

Não obstante a ausência do Team Dinamith, Carlos Moreira reitera a sua disponibilidade em colaborar com todas as equipas, para que as demais  gozem do apoio institucional, enquanto durar o mandato da comissão de gestão, isto é, até à renovação do ciclo olímpico 2016/2020.

Entre os pilotos presentes na jornada de abertura, segundo disse Carlos Moreira, o destaque vai para o piloto ao serviço do Team Transchipeta, Fernas Baptista, que na qualidade de vice - campeão provincial e bi-campeão angolano, promete oferecer um espectáculo de grande nível, ao lado de outros grandes nomes do motocrosse nacional.

\"Aceitamos assumir a direcção da comissão de gestão, porque os associados nos deram o voto de confiança  em função do trabalho que já desenvolvemos em prol do motocrosse. Não será uma tarefa fácil porque já decorrem pouco mais de dois meses da data prevista para o arranque do campeonato. Todavia, estamos certos de que com a colaboração de todos, podemos ultrapassar esta fase menos boa e proporcionar bons momentos aos adeptos do motocrosse\", perspectivou Carlos Moreira.

A categoria dos 250cc teve como vencedor na época finda,  o piloto sul-africano ao serviço do Team Dinamith, Ruhan Gous, seguido do piloto benguelense, Fernas Baptista, ao passo que o piloto do Team Orbel, Zé Cazenga, quedou-se na terceira posição. Na classe dos 150cc, Orlando Ribeiro, Team Dinamith, bateu na concorrência Humba Carlos, Team Motor Service Ideal e o seu colega de equipa, Cacau Talaya . Nos 450cc (Moto 4) o título ficou sob a alçada Edson Sebastião, do Team Cazenga, acompanhado de Edson Miranda \"Roquinho\",  Team Orbel e de Leonardo Gonçalves,  do Team Del Santo Canil.