Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Público determina a vitória

23 de Março, 2015

Público encheu o pavilhão principal da Cidadela Desportiva no último dia da competição africana que testemunhou a qualificação de Angola

Fotografia: Jornal dos Desportos

O apoio do público angolano foi determinante para vencer a Tunísia por 26-23 e consequentemente a conquista da única vaga africana para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. A constatação foi de Pedro Godinho, presidente da Federação Angolana de Andebol.O responsável federativo sublinhou que a intenção de trazer a competição ao país era precisamente para contar com a massa que encheu o pavilhão principal da Cidadela Desportiva e acompanhou de forma efusiva todos os momentos da prova, em particular o último encontro, que definiu o apuramento aos Jogos Olímpicos.

“Fizemos o nosso trabalho e o público fez o dele. Quem ganhou o jogo foi o público. Estar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro é a maior ambição de qualquer atleta, porque permite não quebrar o ciclo de participações no evento”, disse.  Pedro Godinho considerou a qualificação, como um prémio para o país, à propósito dos 40 anos de independência que se assinala este ano. O triunfo também serviu para mostrar que as atletas da selecção nacional são as “donas” de África,  de acordo com Godinho.

GUSTAVO CONCEIÇÃO
ENALTECE AS ATLETAS

O presidente do Comité Olímpico Angolano, Gustavo da Conceição, disse que as atletas da selecção nacional demonstraram ser superiores em África, ao vencerem a Tunísia, por 26-23, no último jogo do torneio Pré-olímpico de andebol. O dirigente afirmou que as atletas superaram a campeã africana em título e obtiveram a “brilhante” qualificação. “É muito importante que o conseguimos fazer aqui, esta qualificação e sobretudo, porque conseguimos fazer uma grande festa do desporto e do andebol. Portanto, gostava muito de agradecer as jogadoras pelo feito, a Federação e o Executivo do país pelo apoio”, frisou.

QUALIFICAÇÃO
Secretária de Estado
enaltece o esforço



A secretária de Estado da Família e Promoção da Mulher, Ana Paula Sacramento, enalteceu o esforço empreendido pelas jogadoras da selecção nacional sénior feminina de andebol, no jogo frente à Tunísia, que garantiu a qualificação para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. As angolanas capitaneadas pela central Natália Bernardo venceram as campeãs de África em título, no pavilhão principal da Cidadela, por 26-23. A responsável felicitou a equipa técnica e todo o staff da Federação por terem criado “todas as condições para que Angola fizesse um jogo de muita luta, garra e determinação até ao fim”.

“O mês de Março é das mulheres guerreiras que dizem sim à nação como foi visto pelas nossas meninas que souberam elevar para bem alto o nome de Angola”, frisou. Angola venceu invicta o torneio e qualificou-se pela sexta vez para os jogos Olímpicos depois de Atlanta'1996, Sidney'2000, Atenas'2004, Beijing'2008 e Londres'2012.

GRACIANO DOMINGOS
RESSALTA O EMPENHO

A vitória da selecção nacional sénior feminina de andebol por 26-23 sobre a Tunísia, que garantiu a qualificação para os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro, é um exemplo para toda a juventude de acordo com o governador de Luanda, Graciano Domingos.