Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pugilista Tyson Fury pode perder a licença

07 de Outubro, 2016

O drama de Tyson Fury parece não ter fim.

Fotografia: AFP

O drama de Tyson Fury parece não ter fim. Depois de ser apanhado no exame antidoping por uso de cocaína, além de reafirmar o uso para lidar com a depressão, o campeão mundial de boxe pode perder a sua licença para lutar no Reino Unido. A informação foi revelada pela BBC Sport.

De acordo com o portal britânico, a equipe de Fury tem até esta quarta-feira para enviar à Organização Mundial de Boxe (WBO) um relatório completo sobre o atual estado de saúde do lutador. A situação do atleta será definida até o dia 12 de outubro, em uma reunião marcada pelo BBBofC (British Boxing Board of Control, órgão britânico que controla a modalidade no país). As organizações máximas no boxe mundial (incluindo a WBA e IBF), podem decidir por tirar os cinturões de Fury. O boxeador é atualmente o detentor dos três títulos mundiais, mas não sobe aos ringues desde novembro de 2015.

“Esta reunião não será apenas por Tyson Fury. Todos os problemas recentes dele serão discutidos neste momento, e depois decidiremos o que fazer. Ele é licenciado por nós. Os órgãos que sancionam, a WBO, WBA, podem tirá-lo, declarar os títulos vagos, ou ele mesmo pode deixá-los vagos”, afirmou Robert Smith, secretário geral do BBBofC.