Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Quicanga em busca de um novo ttulo

14 de Fevereiro, 2015

Quicanga em busca de um novo ttulo

Fotografia: Jornal dos Desportos

Tony Quicanga, campeão mundial de boxe, categoria meio-pesado (79,9 Kg), da versão do Conselho Universal de Boxe (UBC) disse estar mais do que pronto para o combate de hoje em que defronta o georgiano George Aduasvili. O angolano tenta a revalidação do título e a conquista da mesma categoria, na versão do Conselho Mundial de Boxe (WBC). A peleja está marcada para as 19h00, no Pavilhão Palanca Negra Gigante, em Malange, durante a gala promovida pela Guedes Promotions.

Falando durante a conferência de imprensa, o angolano mostrou muita confiança em si, tanto que desprezou as informações sobre o seu adversário.

“Estou a conhecê-lo aqui. Não me inteirei dos combates que fez ou não. O seu estado físico não me interessa. Aliás, nunca quis saber dos meus adversários. Encontramo-nos no ringue e é lá que nos conhecemos”, disse.Virando o discurso mais para si, Quicanga não abrandou os níveis de confiança. “Estou consciente do trabalho que fiz. Estou em Angola, tenho apoio do povo angolano e moralizado, apesar da morte do meu pai. Angola pode esperar o melhor do Quicanga. Tenho muito trabalho feito e os pés bem assentes no chão”, concluiu.

O discurso optimista de Tony Quicanga pode ter a sustentação em vários factores, além de jogar em casa. O adversário vai lutar pela primeira vez um combate de 12 rounds. Está mais acostumado a combate de seis e os poucos combates de oito rounds que efectuou, perdeu-os e nunca chegaram ao fim.

Quicanga precisa de ser demolidor, se quiser “nocautear” o oponente ou aguentar-se bem nos primeiros rounds . Depois, fazendo recurso à capacidade física e experiência, deve tirar vantagem do desgaste alheio.O combate vai ter arbitragem do espanhol Agapito Alvarez. Os bilhetes para a gala começaram  a ser vendidos ontem e, até poucas horas antes do combate, vão estar disponíveis nas bilheteiras do pavilhão.

Antes do combate principal, Miguel Camawete e David Massiala fazem um combate de boxe profissional da categoria dos 76 kg. A peleja vai ser precedidos por três outros combates amadores, dos quais um feminino.

Tony Quicanga, 41 anos, vem de três combates vitoriosos, num registo de 17 vitórias, 20 derrotas, dois empates e um combate nulo. O último combate foi em 27 de Abril de 2013, no Complexo de Ténis da Maia, Porto, Portugal, diante do romeno Rafael Chiruta, a quem venceu por KO, ao 6º assalto de um combate que previa 12. Além de Angola e Portugal, o angolano disputou combates na Colômbia, Bósnia Herzegovina, Espanha, França, Suíça, Itália, Alemanha e Dinamarca.