Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Rafael Brigham integra selecção

Álvaro Alexandre - 24 de Março, 2015

A infra-estrutura foi construída em 1974, um ano antes da proclamação da Independência Nacional (1975), para albergar o que era o primeiro campeonato do mundo de hóquei em patins.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Rafael Brigham, melhor pescador do mundial  por equipas, disputado em Abril de 2014, na cidade portuária de Quepos, na Costa Rica, integrou ontem na Selecção Nacional, que se prepara para a revalidação da XXIV edição do  Campeonato Mundial de Pesca Desportiva ao Corrico de Alto Mar.
A prova vai decorrer de 28 a 4 de Abril, na cidade do Lobito, província de Benguela.

O seleccionador nacional, Fernando Duarte, conta a partir de hoje com a integração de todos os membros seleccionados, para assegurar o segundo título consecutivo mundial. O décimo pescador apenas chegou ontem ao país, vindo do Houston, Estado Unidos da América. Rafael Brigham está a residir nas terras americanas, por razões profissionais. O campeão mundial com 8.625 pontos desloca-se hoje ao Lobito, onde vai  integrar a equipa, para cumprir a fase derradeira da preparação do combinado nacional.

A última etapa estende-se  até o dia 30 do corrente mês. Rafael Brigham foi enquadrado na embarcação "B" da Selecção Nacional, segunda opção do técnico Fernando Duarte, para a defesa do título. A equipa é composta por Carlos Louro (Team Release), Luís Van-Dúnem (Cabinda Gulf Pescadores), Marco Queiroz (Team Calulo), Rafael Brigham (Team Release) e António Garrocho (Dragões).

A formação "A" foi constituída por 80 por cento dos atletas que asseguraram o troféu mundial para o país. O pescador Kevin Jongschaap, do Tudo Fish, é o único que não faz parte do tributo dado à nação. O grupo está composto por João Tavira Lopes (Team Kuxica), Júlio Rocha (Team Kuxica), Kevin Jongschaap (Tudo Fish), Nuno Abohbot (Team Náutico) e Sérgio Santos (Team Dourado).

Cerca de nove países estão confirmados para participar na XXIV edição do  Campeonato Mundial de Pesca Desportiva ao Corrico de Alto Mar. A organização tem disponível 16 embarcações e em competição vão estar 15 por dia e a remanescente vai servir de apoio à direcção da prova internacional. A cidade ferroportuária do Lobito vai albergar os representas da África do Sul (uma equipa), Alemanha (uma), Angola (duas), Brasil (duas), Croácia (uma), Espanha (duas), Itália (duas),  México (duas)  e Senegal (duas).

PAVILHÃO
Director da Cidadela
esclarece situação


O director do complexo da cidadela desportiva, Joaquim Cafuxi Muachimica, afirmou  domingo a Angop, em Luanda, não ter havido infiltração de água no Pavilhão Principal durante o torneio Pré-olímpico de andebol, devido a chuva que levou à paralisação temporária do jogo Angola-Tunísia (26-23).
Referiu que dadas as obras de melhorias, a última das quais por ocasião do mundial de hóquei em patins em 2013, o Pavilhão tem o tecto em perfeitas condições, explicou que devido aos fortes ventos, partículas de água da chuva entraram pelas zonas laterais descobertas e humedeceram determinadas zonas do piso envernizado, torna-o escorregadio.

 “Não houve infiltração, o que aconteceu foi que  as partículas de chuva, devido aos fortes ventos, humedeceram a zona da baliza”, frisou, e esclareceu, a título de exemplo, que na final da supertaça de andebol (13 de Fevereiro ) choveu em Luanda e que a prova decorreu com normalidade no mesmo recinto.

O director do complexo da cidadela indicou que o imóvel debate-se apenas com um único problema de escoamento das águas fluviais no seu exterior, por o sistema de drenagem ser lento. A infra-estrutura foi construída em 1974, um ano antes da proclamação da Independência Nacional (1975), para albergar o que era o primeiro campeonato do mundo de hóquei em patins.