Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Rafael Nadal afastado do top 5 da ATP actulizado ontem

18 de Abril, 2017

Nadal corre até o risco de sair do top 10 na próxima semana já que nesta defende 500 pontos

Fotografia: AFP

Com a queda dos pontos do Masters 1000 de Monte Carlo vindo uma semana antes, o actual campeão do torneio, o espanhol Rafael Nadal, acabou por sofrer uma queda no ranking. Nove vezes campeão do evento monegasco, ele acabou por voltar a sair do top 5 e caiu do quinto lugar para o sétimo.

A sua posição foi herdada pelo japonês Kei Nishikori, que continuou exactamente na contramão, indo do sétimo posto para o quinto. Esta foi a única mudança em todo o top 10, com os outros oito nesta faixa de ranking mantendo as suas respectivas posições.

Nadal corre até o risco de sair do top 10 na próxima semana, já que nesta defende 500 pontos e precisa de uma boa campanha em Monte Carlo para se manter entre os 10 primeiros. Ele depende só de si para voltar a subir e se for campeão nesta semana vai garantir o regresso à quinta posição, mas se surpreendido na estreia vai cair pelo menos para o nono lugar, podendo descer mais.

Actual quarto do mundo, o suíço Roger Federer vai manter a sua posição mesmo sem jogar, algo que acontece com o compatriota Stan Wawrinka, o número 3 do mundo, e também com o sérvio Novak Djokovic e o britânico Andy Murray, que continuarão no mesmo lugar independente dos próprios resultados em Mónaco e dos rivais.

Outros dois que não estarão em acção, Nishikori e o canadiano Milos Raonic estão a mercê dos que estão logo atrás deles. O japonês defende 300 pontos e vai cair pelo menos uma posição. Contudo, ele não deve perder mais do que dois lugares, algo que acontece apenas em caso de título dos três perseguidores mais próximos: Nadal, o croata Marin Cilic (8º) e o austríaco Dominic Thiem (9º).

Fabulosa recuperação teve o brasileiro Thomaz Beluci.  Vice-campeão no ATP 250 de Houston, na semana passada, o paulista viu a boa campanha no saibro norte-americano lhe render uma boa ascensão no ranking da ATP. O canhoto de Tietê ganhou 12 posições na lista e ficou bem perto de regressar ao top 50, aparecendo no 53º posto nesta segunda-feira.Os outros dois brasileiros do top 100 tiveram variações bem pequenas.

Segundo melhor do país, o paulista Rogério Silva caiu uma posição e agora é o 70º do mundo. Já o cearense Thiago Monteiro subiu no ranking, mas também apenas uma posição, foi do 81º posto para o 80º. Um pouco mais embaixo, o paulista João \"Feijão\" Souza e o gaúcho André Ghem ganharam duas posições cada.

O primeiro assumiu o 136º lugar na lista, ao passo que o experiente tenista de Porto Alegre foi para a 242ª posição e é o quinto melhor do Brasil na ATP.Andrea Iannone, que largou da 12ª posição no GP da Argentina, realizado no último domingo. O italiano foi punido com um ride through por queimar a largada, o que o fez cair da décima posição para terminar em 16º - o último entre os que cruzaram a linha de chegada.