Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Rafael Nadal e Novak Djokovic podem cruzar nas meias-finais

26 de Maio, 2013

Competição reúne os melhores tenistas da actualidade

Fotografia: AFP

O actual campeão do Open de França, Rafael Nadal, está no mesmo lado da série que o número um do mundo, Novak Djokovic, após o sorteio realizado na sexta-feira.
Terceiro cabeça-de-série, Nadal, que derrotou Djokovic na final do ano passado e busca o seu oitavo título em Roland Garros, pode enfrentar o sérvio nas meias-finais da referida competição.

“Mas não é na primeira jornada, não é?", brincou Nadal ao ser questionado como se sentia sobre o eventual confronto com Djokovic.
Nadal já ganhou cinco títulos em terra batida esta temporada, depois de passar mais de sete meses afastado por causa de uma lesão no joelho e perder os Opens dos EUA e da Austrália.
“Se me perguntar se prefiro ganhar um Grand Slam durante todo o ano ou ganhar seis torneios, como já consegui, escolheria ganhar seis torneios”, disse o espanhol, campeão também em Indian Wells, em piso duro.

Nadal enfrenta o alemão Daniel Brands na estreia e pode encarar o francês Richard Gasquet nos quartos-de-final.
Djokovic, que abre a campanha em Paris diante do belga David Goffin, está na rota para um possível confronto na terceira jornada com o jovem talentoso búlgaro Grigor Dimitrov.

O suíço Roger Federer, que possui o recorde de 17 títulos de Grand Slam, tem o francês Jo-Wilfried Tsonga no seu caminho.
O número dois do mundo, Andy Murray, desistiu do torneio devido a problemas nas costas, e o argentino Juan Martin del Potro, sétimo colocado, também está fora por doença.


Monaco bate Nieminen
na final em Dusseldorf


O tenista argentino Juan Monaco conquistou ontem, em Dusseldorf (Alemanha), o primeiro título do ano no circuito profissional, em vésperas do Grand Slam francês de Roland Garros, que começa hoje.
Na final do torneio alemão, o sul-americano superiorizou-se ao finlandês Jarkko Nieminen, vice-campeão do Portugal Open de 2002, em dois “sets”, pelos parciais de 6-4 e 6-3, em 1:10 horas.

No quarto frente a frente, Monaco empatou o duelo particular em duas vitórias para cada, com o argentino a ganhar pela segunda vez a Nieminen em terra batida.
Enquanto Nieminem, que este ano já venceu em Sidney (segundo título da carreira), disputou a 13ª final do ATP Tour, Monaco jogou o 18º encontro para troféu, somando já oito vitórias no currículo.


Federer quer ser primeiro
O tenistas suíço Roger Federer garantiu que o seu objetivo é recuperar o primeiro posto, para o que conta com os pontos que possa somar no torneio de Roland Garros, que arrancou ontem sábado em Paris. “Não digo que vá voltar a ser o número 1 assim de repente, mas não escondo que é essa a minha ambição”, confessou o tenista suíço numa entrevista publicada ontem no diário “L'Équipe”.