Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ramon descreve carreira de Stoner

27 de Julho, 2017

Casey Stoner e classifica o australiano como o piloto mais talentoso com quem já trabalhou

Fotografia: AFP

Ramon Forcada, um dos engenheiros mais respeitados da MotoGP, relembra parceria com Casey Stoner e classifica o australiano como o piloto mais talentoso com quem já trabalhou. Casey Stoner chegou à MotoGP em 2006 pela LCR - o australiano correria pela equipa de Sito Pons-, que acabou por falir quando perdeu o patrocínio da Camel, para a equipa oficial da Yamaha. Se a estreia de Stoner parecia ofuscada por Dani Pedrosa, que fez a  estreia na equipa oficial da Honda ao lado de Nicky Hayden, com as credenciais de bicampeão das 250cc em anos consecutivos, tudo se dissipou no GP do Qatar, segunda etapa dessa temporada.

O australiano perdeu três voos, mas chegou a Losail à tempo de participar do primeiro treino livre. Uma vez na pista, Stoner marcou o melhor tempo da sessão, e na classificação repetiu o desempenho, conquistou a primeira pole position da carreira.

Na prova seguinte, na Turquia, Stoner conquistou o primeiro pódio da carreira, terminou a prova em segundo, atrás apenas de Marco Melandri. Quando parecia que o australiano caminhava para uma temporada brilhante, as quedas começaram a tornar-se frequentes.

“Foram 23 quedas nesse ano e todas devido ao pneu dianteiro\", explicou Ramon Forcada, engenheiro que como Stoner encontrou um lugar na LCR, quando a equipa de Sito Pons onde trabalhava fechou as portas. \"Casey precisava muito de uma dianteira na qual pudesse confiar, ele pouco se importava com a traseira.\"