Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Árbitro internacional pode falhar olimpíadas

15 de Agosto, 2016

Ribeiro, que consta da lista dos 18 juízes

Fotografia: Jornal dos Desportos

O árbitro internacional angolano de xadrez, Abílio Ribeiro, poderá estar ausente na 42ª edição das Olimpíadas a decorrer de 1 a 14 de Setembro, no Salão de Cristal da Arena de Ginástica Nacional, na cidade de Baku, Azerbaijão caso a Federação Angolana de Xadrez não consiga verbas para a compra das passagens para o evento.

Em declarações à Angop, o membro do Conselho da Arbitragem da Federação Angolana de Xadrez (FAX), Abílio Ribeiro, que consta da lista dos 18 juízes escolhidos para representar o continente africano na competição mundial, disse que Angola poderá perder a possibilidade de ter na sua história um juiz num evento de tão grande importância e de nível mundial.

O também presidente da associação provincial de xadrez do Cuanza Sul frisou que oportunidade inédita para Angola trará muitos benefícios uma vez que o presidente FAX, Aguinaldo Jaime, é um membro da comissão directiva da Federação Internacional da modalidade (FIDE). 

Além do árbitro internacional angolano Abílio Ribeiro, foram seleccionados juízes do Malawi, Moçambique, Ilhas Seicheles, Somália, Tanzânia, Uganda e Zâmbia, e um FIDE I.D. da Argélia.

Em reacção ao facto, o vice-presidente da FAX, Tito Martins, não descartou a possibilidade, visto que também está em evidência os 10 xadrezistas que representarão a selecção nacional angolana na respectiva competição.

Tito Martins explicou que já mantiveram contacto avançados com o Ministério da Juventude e Desportos para aquisição das verbas para o evento, mas não obtiveram resposta satisfatória do órgão de  tutela.

O responsável acrescentou que estão neste momento a procura de patrocinadores para ajudarem na questão das passagens. Admitiu a redução da delegação ou mesmo a desistência caso não consigam apoios pretendidos.