Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Regio Sul tem representantes

27 de Agosto, 2018

Fotografia: Eduardo Pedro| Edies Novembro

O Interclube da Huíla, em juniores masculino, o Atlético do Namíbe, em juvenis feminino, e Moura Sport do Namíbe, em juvenis masculino, representam a região Sul no Campeonato Nacional de andebol, previsto para o mês de Janeiro de 2019. Em juniores feminino, as Amigas do Andebol da Huíla conseguiram o apuramento automático ao beneficiar de falta de equipas desse escalão na disputa que decorreu na cidade do Lubango.
Face à exiguidade do número de equipas na competição, o Interclube da Huíla, em juniores masculino, derrotou o Atlético do Namíbe, nos dois jogos disputados por 29-28 e 38-28. 
Em juvenis feminino, o Atlético do Namíbe venceu na final o Desportivo do Iona do Namíbe por 25-23, enquanto os Emigrantes do Lubango ficaram em terceiro lugar, fruto do triunfo sobre o Sporting Clube do Lubango por 25-23. 
Em iniciados feminino, o Sporting Clube do Lubango garantiu o passe. Já em masculino, o Moura Sport do Namíbe venceu por falta de comparência o Misto do Cuanhama do Cunene.   
O treinador do Interclube da Huíla, em júnior masculino, Arison Elauterio, felicitou a rapaziada pela conquista do regional Sul e consequente apuramento. Prometeu estancar as debilidades detectadas nos aspectos defensivos e ofensivos. A equipa carece de mais tempo de treinos ao longo dos três meses que antecedem o evento..
\"Com mais trabalho, vamos melhorar e corrigir os erros cometidos. Queremos estar a 100 por cento competitivo para o nacional\", prometeu.
O capitão do Interclube da Huíla, Adilson Mendes, considerou de difícil jogar com um adversário conhecido há longa data. 
“Já competimos juntos em nacionais e venceu a melhor equipa. Dêmos graças a Deus por essa vitória. Agora, pensamos no nacional”, disse.
Depois de jogar como juvenil, Adilson Mendes promete \"boa participação\" como júnior.
Para quem veio do litoral, \"a altitude\" foi o escape da derrota. O treinador Alex Fernandes justificou que o Atlético do Namibe fez um bom jogo, na primeira parte, mas claudicou na segunda.
\"A minha equipa sentiu os feitos da altitude. Os meus miúdos acusaram o jogo devido à altitude, pois, viemos de um sítio diferente daqui. Contudo, jogámos bem na primeira parte. No segundo tempo, jogámos muito mal, pagámos por tabela. Quem joga mal, não pode ganhar o jogo\", justificou.
Alex Fernandes felicitou a equipa huilana: \"O Interclube ganhou muito bem. Felicito-o pela qualificação e espero por representação digna da nossa região\". 
Lamentou a derrota e afastamento do campeonato nacional: \"Temos de ir à casa verificar os nossos erros e trabalhar para a próxima época\".