Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Regularidade agrada gestão

Hélder Jeremias - 05 de Dezembro, 2014

O proprietário da promotora de provas todo terreno agradeceu o empenho de todos

Fotografia: José Soares

Pedro Cristina enalteceu o facto do número de equipas concorrentes ter crescido de forma exponencial nos últimos tempos, assim como a qualidade dos equipamentos e meios técnicos das equipas, factores que tornam o rali uma das competições de maior expressão ao nível dos Desportos Motorizados
.
O especialista em provas radicais garantiu que com a disputa do rali Sumbe são cumpridas as oito provas do calendário sem alterações de datas, o que se reflecte no cumprimento rigoroso do calendário e a prontidão de todos os envolvidos para levar a cabo as suas tarefas dentro e fora dos circuitos.


De acordo com Pedro Cristina, o único senão foi a transferência da prova de Benguela para Quilengues, em Maio do ano prestes a finalizar, sem, no entanto, haver troca de datas. Outro item que mereceu particular realce por parte do organizador é o facto de nas três principais classes, M, Q e E, os primeiros dois classificados terem hipóteses matemáticas para se sagrarem campeões. "Não há dúvida que tivemos uma competição muito equilibrada, uma vez que nestas categorias os pilotos não foram capazes de conquistar o título de forma antecipada.

 A possibilidade de cada um deles virar o resultado a seu favor vai tornar a competição mais interessante, de modo que estamos a encerrar a época com chave de ouro", augurou Pedro Cristina.