Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Renascimento próximo da final

Silva Cacuti - 12 de Janeiro, 2014

Vencedor do campeonato juvenil masculino é conhecido amanhã no campo do Catetão

Fotografia: José Soares

Chegar ver e vencer. Deve ser este o pensamento que norteia o grupo de atletas do Renascimento do Uíge que marcam o regresso da província aos campeonatos nacionais de andebol, cerca de 30 anos depois. A equipa carimbou ontem o passe para a meia-final do campeonato juvenil masculino, depois de «atropelar» o Desportivo da Banca por esclarecedores 38-28 procura hoje o passe para a final diante do 4 de Abril de Saurimo.

A mensagem de que o andebol do Uíge renasce está passada a todos os participantes e adeptos que acorrem aos campos onde o surpreendente Renascimento «destila» a classe de um andebol carente de competitividade, mas praticado com muito gosto e até estoicismo. Apesar de terem saído da antiga «Carmona» onde trabalharam com imensas dificuldades, sem jogar o campeonato provincial e sem ter recebido, ainda, o prometido apoio da estrutura governativa, os rapazes de Diboxi contrariam todos os princípios da teoria desportiva onde o conhecimento adquirido por prática (experiência) tem sido relevante na conquista de jogos e competições.

Aí estão eles na meia-final. Nesta fase da prova os uigenses encontram outra equipa provinciana, mas não tão ausente das provas nacionais. De Saurimo e da Lunda Norte, já saíram campeões nacionais destas provas jovens de andebol, em tempos ainda recentes.

O 4 de Abril tem feito um campeonato também irrepreensível, ontem no jogo dos quartos-de-final, despachou o Ferroviário de Luanda, por 42-22. Perspectiva-se um jogo cheio de emoções, onde o prognóstico é reservado. Independentemente do desfecho, para qualquer jogar a meia-final numa prova que inscreve equipas com melhores condições de trabalho e habituadas a ganhar, já é um ganho.

Na outra meia-final o 1º de Agosto, campeão nacional vai medir forças com a Escolinha do Namibe, num jogo que também se espera muito emotivo e de decisão difícil. De realçar que as quatro províncias inscritas na prova masculina acabam por ter um representante na meia-final. Quanto aos marcadores, Filipe Sibo, do Ferroviário de Luanda lidera a lista de melhores marcadores da prova com 28 golos marcados. O 1º de Agosto é o detentor do título nacional.


Em feminino
1º de Agosto e ASA
 final antecipada


ASA e 1º de Agosto jogam hoje, às 11H15, no recinto do Catetão, a primeira meia-final do XXXIV campeonato nacional juvenil feminino que Luanda acolhe desde 5 do corrente. O jogo junta as aviadoras, campeãs de 2012 e as militares que são detentoras do título. Ambas têm plantel e vontade suficientes para chegar ao fim da prova na condição de campeãs.

A vontade exteriorizada por algumas atletas do 1º de Agosto era defrontar o Petro de Luanda na meia-final mas o «tiro saiu-lhes pela culatra». O ASA jogou na antecipação. Depois de um difícil jogo, com uma igualdade a 23 golos, por via do prolongamento, 29-28, o ASA carimbou o passe para a meia-final.

Na outra meia-final a Casa do Pessoal do Porto do Lobito (Cppl) tem de escolher entre tornar fáceis as coisas e fazer jus ao favoritismo ou deixar-se surpreender pelas aguerridas jovens da Empresa Pública de Águas de Luanda (Epal). O favoritismo é para as lobitangas, mas a humilde Epal pode surpreender.

Ontem a Cppl venceu o Kabuscorp, 23-18, enquanto a epal suou para vencer 18-16, a equipa do Nacional de Benguela. Hoje, as equipas derrotadas jogam as classificativas do quinto ao oitavo lugares. O 1º de Agosto é o actual campeão.
  S.C