Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Renovao de mandato para breve

Helder Jeremias - 13 de Março, 2016

Tnis prepara a renovao de mandato para o novo ciclo olmpico e Matias Castro pode concorrer prpria sucesso

Fotografia: Jos Soares

O presidente da mesa da Assembleia-geral da Federação Angolana de Ténis, Caetano de Sousa, e  o elenco que dirige o órgão reitor da modalidade reúnem-se nas próximas horas para definirem a data de convocação da assembleia-geral ordinária e eleição dos corpos sociais da direcção para o quadriénio 2016/2020.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o responsável frisou que o evento magno tinha data prevista para o final de Dezembro último, mas a consumação ficou inviabilizada em virtude do secretário-geral da mesa da Assembleia ter, na altura, se confrontado com alguns problemas de saúde.

"Ainda não lhe posso adiantar a data precisa, mas devo lhe dizer que está para breve, tanto é que a pretensão era de o fazer em Dezembro, de modo a que nesta altura já trataríamos das demais questões sobre o processo de renovação do ciclo olímpico. Contudo, voltamos a reunir de forma a definirmos as datas concretas destas actividades", disse.

A realização de eleições nas distintas associações e federações, de acordo com directivas do Ministério da Juventude e Desportos, devem ser realizadas com a devida celeridade de forma que as novas direcções possam apresentar os planos de desenvolvimento e cadernos de necessidades a tempo de serem cabimentadas no Orçamento Geral do Estado.

O Jornal dos Desportos apurou que as associações provinciais de Ténis de Benguela, Luanda e Huíla, cujas direcções preconizam a renovação de mandatos, realizam os respectivos pleitos eleitorais até final da segunda quinzena do mes em curso, o que representa a continuidade dos projectos elaborados em colaboração com a actual direcção da federação, presidida por Matias Castro da Silva.

O elenco de Matias Castro da Silva foi investido, por unanimidade, em 2012, depois de vários anos de amargura em que o ténis nacional permaneceu, em função do conflito entre as listas concorrentes nas eleições de 2008.

Nos últimos três anos, Matias Castro da Silva tem conseguido obter satisfatórios resultados no capítulo administrativo, tendo regularizado a situação de efectividade da federação junto da Confederação Africana Ténis e Federação Internacional, depois de liquidar as dividas acumuladas pela anterior direcção.

O regresso dos atletas angolanos às provas internacionais, não obstante os resultados pouco abonatórios, também só foi possível graças ao trabalho do actual elenco directivo.


Lubango
AG do Benfica
foi adiada


A assembleia-geral de balanço e de renovação de mandato do Benfica Petróleos do Lubango, marcada para ontem, foi adiada "sine die", devido a ausência do presidente cessante do clube, Sérgio da Cunha Velho.

O evento que permitirá eleger o novo elenco directivo do Benfica do Lubango, num pleito a que concorrem duas listas, a “A”, liderada pelo vice-presidente, Agostinho João, e a “B”, de Jacques da Conceição.

Em declarações à imprensa, o presidente em exercício da mesa da assembleia-geral do Benfica Petróleos do Lubango, Fernando Filipe, afirmou que o adiamento se deveu a ausência justificada do presidente cessante.

Lembrou que este é o segundo adiamento consecutivo, pois o primeiro se deu a 26 de Fevereiro, por razões de ordem técnica.

O candidato da lista “A”, Francisco Agostinho João, lamentou o adiamento da assembleia, considerando estar o presidente cessante a agir de má-fé, uma vez que os estatutos não se regem por este tipo de justificação.

Já o candidato da lista “B”, Jacques da Conceição, referiu que a situação é preocupante e que aguarda por uma posição da mesa de assembleia-geral.