Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Representantes nos Jogos recebem material desportivo

17 de Agosto, 2014

Um total de 46 atletas, em ambos sexos, que vão representar a Província de Malanje nos VIII Jogos Nacionais Escolares

Fotografia: Dombele Bernardo

O material desportivo foi entregue as atletas das modalidades de ginástica, atletismo, voleibol, andebol e basquetebol, durante a cerimónia que visou a apresentação do estado de preparação da província na prova.

Na oportunidade, o director provincial da Educação, Gabriel Boaventura, disse aos pais e encarregados de educação que estão criadas as condições técnicas, logísticas e materiais com vista a uma participação condigna nos jogos escolares. Gabriel Boaventura destacou o estágio a que estiveram submetidos os estudantes e professores, durante 20 dias, no Instituto Médio Agrário de Malanje, no Quéssua, para se evitarem  atrasos aos treinos. A Direcção da Educação, em colaboração com os serviços da Justiça, decidiu tratar a da documentação necessária para os estudantes, como é o caso do Bilhete de Identidade, sem o qual era impossível a participação de alguns atletas, disse o director.

 Gabriel Boaventura sublinhou que Malanje vai participar nos VIII Jogos Nacionais Escolares, à semelhança das edições anteriores, para a troca de experiências em termos desportivos e culturais, e para a socialização das crianças.

 O dirigente disse esperar que Malanje volte a repetir a proeza do ano passado em que conquistou as medalhas de ouro, tanto nas modalidades colectivas como individuais, mais concretamente a ginástica e atletismo.  Gabriel Boaventura disse acreditar em bons resultados em função dos níveis de preparação das equipas locais.

 Apelou aos pais e encarregados de Educação para depositarem  confiança na instituição que dirige e informou que as crianças vão merecer um melhor acompanhamento e carinho durante a realização dos Jogos Escolares.

Durante a preparação, os atletas com idades compreendidas entre 12 a 16 anos foram submetidas a exames médicos, tendo sido detectado em alguns estudantes problemas cardíacos e hepatite B.

O pediatra Rafael Kilas, que acompanhou os trabalhos médicos, disse que as enfermidades  diagnosticadas nas crianças em nada vão impedir a participação e o bom desempenho dos representantes locais na competição.

 O titular da pasta da Educação na província anunciou a criação ainda este ano de um Clube de Estudantes que  vai integrar os estudantes das equipas malanjinas que demonstrarem vocação para a prática desportiva.