Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Responsveis pela pista de Monza regressam mesa de negociaes

21 de Maio, 2015

Responsveis pelo circuito de Mnaco, voltam a reunir-se

Fotografia: AFP

Os responsáveis pelo circuito de Mónaco, voltam a reunir-se com Bernie Ecclestone, neste fim de semana, para tentar garantir o futuro do GP de Itália no calendário da F1. O dirigente máximo do Mundial, quer que  o circuito pague o mesmo montante, das demais praças europeias.

Os responsáveis pelo circuito de Monza, estão empenhados em garantir o GP da Itália, no calendário da F1 nos próximos anos. O histórico circuito, corre o risco de ficar de fora do Mundial, já que Bernie Ecclestone exige o pagamento de uma taxa ainda maior do que a actual, para levar o campeonato ao traçado.

 Na tentativa de um acordo com o dirigente máximo do desporto, os responsáveis pela pista italiana, voltam à mesa de negociações neste fim de semana, em Mónaco, para tentar um acordo com Ecclestone.

Os rumores sobre uma eventual saída de Monza, da programação da F1, causou reacção imediata dos fãs, que defendem a manutenção do GP de Itália. Durante o fim de semana do GP de Espanha, Fernando Alonso também saiu em defesa da prova italiana.

 “Acho que é uma das melhores corridas do ano”, disse Alonso. “O pódio lá é incrível, com todos os fãs na recta principal. É a casa da Ferrari — é muito importante para a F1”, ressaltou.

Apesar da reacção negativa dos fãs e dos próprios pilotos, Ecclestone insiste, que Monza pague a mesma taxa para receber o Mundial, que todos os outros circuitos europeus.
 “É uma situação muito única. Dois anos atrás, eu fiz um acordo com uma pessoa, que não está mais envolvida”, contou Ecclestone em entrevista ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport. “Para Monza, nós aplicamos as mesmas condições dos outros circuitos europeus (20 milhões de euros). Tudo feito, tudo certo, nós apertamos as mãos, mas depois daquela reunião nada aconteceu”, seguiu.