Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Responsável triste por falta de recintos

Sérgio v.Dias-Cuito - 05 de Agosto, 2013

Associação de Andebol do Bié anda de mãos dadas

Fotografia: Jornal dos Desportos

O presidente da Associação Provincial de Andebol (APA) do Bié, Victor Quessongo, lamentou o facto de escassearam os recintos de jogo na região para prática desta modalidade. O responsável disse em entrevista ao Jornal dos Desportos que devido à gritante falta de infra-estruturas o andebol marca passos tímidos nestas paragens.

Victor Quessongo reitera o facto de a Associação “estar a fazer tudo” no sentido de tirar o andebol bieno do estado de letargia em que se vê mergulhado.“Infelizmente, o nosso grande problema reside na componente de infra-estruturas. Os poucos recintos existentes aqui, no Cuito, apresentam-se degradados”, disse, acrescentando que pelas inúmeras dificuldades com que a modalidade se confronta, alguns núcleos, como os do Cunge e do Benfica, paralisaram a sua actividade.

O interlocutor do JD referiu que a Associação de Andebol do Bié anda de mãos dadas, quer com a Federação, quer com a Direcção Provincial da Juventude e Desportos (MINJUD), no sentido de massificar a modalidade.

Nesse particular, Victor Quessongo referiu-se ao curso de treinadores de Nível 1, que teve lugar este ano na província. “Tivemos técnicos do Andulo, do Chinguar, Cuito e 14 destes aprovaram directamente, tendo acesso aos diplomas”, lembrou, acrescentando que a qualquer momento a Federação pode encaminhá-los para um curto estágio em Luanda.Neste momento o Bié controla quatro clubes, Sporting de Catabola, Sporting Petróleos do Bié, Benfica do Andulo e Victória Atlético. “O Sporting do Bié é o clube que neste momento trabalha mais na vertente da massificação.