Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Restos mortais de Rui Cristina j repousam no campo santo

Armindo Pereira - 15 de Dezembro, 2020

Antigo desportista, Rui Cristina.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os restos mortais do antigo desportista, Rui Cristina, repousam desde ontem no cemitério da Sant´Ana, em Luanda, onde familiares, amigos e colegas renderam a últi-ma homenagem ao co-fundador da Federação Angolana de Xadrez (FAX).
As mensagens de pesar pela morte do antigo dirigente da Federação Angolana de Desportos Motorizados (FADEM), sexta-feira última, multiplicaram-se nas redes sociais.
De vários pontos do país e do exterior, chegaram missivas de pessoas que seguiram a trajectória do “homem multifacetado”.  
O antigo presidente do Comité Olímpico Angolano (COA), Rogério Silva, recordou Cristina nas vestes de vice-presidente da primeira direcção da FAX, tendo destacado o contributo para o crescimento da modalidade.   
“Foi sem dúvida, um dedicado impulsionador do Xadrez entre os jovens angolanos nas décadas de 1980 a 1990 e merece o reconhecimento e respeito de todos os actores e amantes da modalidade no país”, escreveu numa publicação no Facebook.  
Por seu turno, o empresário Narceu Martins recordou a realização da primeira prova de motocross, no Circuito do Gamek, em Luanda, no início da década 90, onde além da moldura humana considerável contou com a transmissão, em directo, da RNA e TPA.
“Acredito que com o co-nhecimento do Rui nessa matéria, organizamos a prova aplicando as regras internacionais  possíveis em tempos de tantas contingências. Foi gratificante o que aprendi com ele” .    
Jorge Portugal, um dos fundadores do “Raid Cacimbo”, lamentou, no domingo, a morte do amigo de longa data e manifestou “profundo pesar” durante o programa em homenagem ao antigo dirigente, na estação radiofónica, MFM, conduzido por Raimundo Salvador.
Cristina morreu aos 65 anos, vítima de prolongada doença, depois de ter estado internado na Clínica Sagrada Esperança.