Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ricardo Jorge ultima preparativos

Hélder Jeremias - 02 de Maio, 2016

Campeonato Provincial de Motocross de Luanda atarefa pilotos da capital

Fotografia: Jornal dos Desportos

O piloto ao serviço do Team Orbel, Ricardo Jorge, inicia hoje o último micro ciclo de sessões físicas com vista a disputa da terceira jornada do Campeonato Provincial de Motocross de Luanda, a ter lugar no sábado no circuito internacional Jorge Varela.

Depois de ter feito um inicio de época sombrio, marcado pela desistência na segunda mão da jornada inaugural em consequência de uma avaria, o piloto não pode estar presente na segunda jornada, em virtude de um ligeiro ferimento no peito do pé esquerdo e raspão no ombro, contraídos durante uma queda fora das competições.

Apesar dos ferimentos serem superficiais, o piloto esteve sob cuidados médicos que permitiram uma recuperação célere, pelo que nos últimos dias alterna treinos físicos e técnicos que permitam augurar o regresso em boa forma desportiva para recuperar lugares na tabela desportiva e voltar a lutar pela liderança.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, Ricardo Jorge evidencia muita serenidade, não obstante transparecer alguma desilusão por não nos ter brindado com uma performance de “encher os olhos” na segunda jornada, cuja competição serviu para homenagear o falecido irmão, Jorge Varela “Jorginho”, considerado o maior expoente do motocross nacional.

Conhecido pelo alto nível técnico, Ricardo Jorge tem evidenciado ser uma das maiores promessas do motocross, mas o seu desempenho tem estado comprometido por algumas situações que ocorrem fora das competições, permaneceu um ano fora do activo devido uma fractura na perna contraída num acidente nas imediações do bairro Maculusso em 2013.

“Estou a esforçar-me para dar alegria aos meus adeptos", disse Ricardo Jorge. Gostaria de agradecer a todo o apoio que tenho recebido da parte da minha equipa, amigos e familiares, porque a confiança que depositam em mim transmite força para acreditar que ainda temos muito tempo para recuperar aquilo que não foi feito”, concluiu o piloto.

Por seu turno, o proprietário do Team Orbel,  Orlando Almeida, reitera o voto de confiança no seu piloto, sublinhou que “qualquer carreira desportiva é susceptível de ser marcada por determinadas contrariedades, as quais devem ser superadas com empenho   para tornarem o atleta mais mad