Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Roger Federer e Wawrinka discutem título em Monte Carlo

20 de Abril, 2014

Os suíços Roger Federer e Stanislas Wawrinka vão disputar a final do ATP de Monte Carlo depois de afastarem os adversários

Fotografia: REUTERS

Roger Federer, número quatro do ranking mundial, qualificou-se este sábado para a quarta final da carreira no ATP Masters 1000 de Monte Carlo, um dos poucos eventos da categoria que lhe falta no palmarés (os outros são Roma e Xangai).

No embate das meias-finais, o suíço de 32 anos derrotou o sérvio Novak Djokovic, número dois mundial e campeão em título da prova, por 7-5 e 6-2, em 1h e 14m.

Num encontro em que Djokovic apresentou-se com o pulso direito totalmente enfaixado, o sérvio ainda dispôs de dois pontos de set no décimo jogo da primeira partida, brilhantemente salvos por Federer  e a partir desse momento não mais conseguiu acompanhar o ritmo do suíço.

Na final, Roger Federer vai medir forças com o seu compatriota Stanislas Wawrinka, número três mundial, naquela que deve ser a primeira final em eventos Masters 1000 entre os dois helvéticos. Ao todo, Federer comanda no confronto directo por 13-1, mas a única vitória de Wawrinka foi em... Monte Carlo.

Wawrinka procura o seu primeiro título Masters 1000 da carreira, ao passo que Federer vai em busca do 22º. Quem vencer, assume o número um suíço e a terceira posição ATP, atrás de Nadal e Djokovic.

NADAL
Rafael Nadal, número um mundial e oito vezes campeão do ATP Masters 1000 de Monte Carlo, foi eliminado sexta-feira de forma surpreendente nos quartos-de-final do evento monegasco.

O maiorquino de 27 anos, que atingiu a final nas últimas nove edições do torneio, foi derrotado nos quartos-de-final  pelo compatriota David Ferrer, número seis ATP, por 7-6 (1) e 6-4, num encontro com duração de 2h14m, em que Rafa esteve sempre longe do seu melhor nível.

Nas meias-finais, Ferrer mediu forças com´o suíço Stanislas Wawrinka, numa reedição da final do Portugal Open 2013, com este último a levar a melhor. Nos quartos-de-final, Stan venceu o canadiano Milos Raonic por 7-6(5) e 6-2, em 1h31m.