Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Rmulo Branco lidera Taa do Mundo

18 de Março, 2013

Rmulo Branco disputa a prxima jornada no Rali Vinhos Ervideira na Itlia

Fotografia: Jornal dos Desportos

O piloto angolano Rómulo Branco confirmou a sua ascendência em termos técnicos, ao alcançar a liderança da categoria T2 na primeira jornada da Taça do Mundo de todo-o-terreno, disputada de quinta-feira a sábado na Baja Itália.

Depois de, no ano passado, ter feito exibições de realce, Rómulo Branco voltou a merecer elogios da organização ao estabelecer o seu tempo em 2:40’31’ na prova transalpina, em que se destacou na segunda etapa, durante a qual alternava entre o primeiro e terceiro lugar.

A fazer dupla com João Serôdio ao comando do Mitsubishi Pajero, a equipa começou com muita cautela, em função das poucas informações que tinha sobre as características do solo predominante na primeira etapa. Ao longo dos sete troços cronometrados, foi ganhando confiança até obter domínio na derradeira etapa da jornada inaugural.

Depois de concluída a segunda etapa, a dupla Rómulo Branco/João Serôdio rolava com apenas dois segundos a menos que a dupla brasileira Marcos Morais/Carlos Sanches, que competia a bordo de um carro da mesma marca, quando o espanhol Joan Xavier, ao volante do Toyota Land Cruiser, ocupava a terceira posição com mais 50 segundos que o luso-angolano, patrocinado pela petrolífera nacional Sonangol.

Em declarações à imprensa, o piloto mostrou-se muito satisfeito pelo resultado obtido no início de época e prometeu continuar a representar de forma condigna o país em todas as etapas da Taça do Mundo.

“A Baja Itália é uma zona militar e grande parte do percurso é feito de pistas que na época do degelo ficam cobertas de água e apresentam muitas pedras. Por causa do excesso do caudal, o troço onde devíamos passar, por vezes, teve de ser seccionado, o que elevou para seis o número de troços, com a distância de 30 km cada”, disse Rómulo Branco.

O piloto falou ainda das dificuldades: “Fui, progressivamente, me adaptando ao carro e evitei correr riscos, porque a distância entre os vários T2 é muito curta, de modo que qualquer erro é fatal. Aproveitei o derradeiro troço, em que havia cada vez menos luz, para atacar e recuperar os segundos que tinha perdido nos primeiros troços. Correu bem. Estamos na frente, mas a concorrência é muito forte e numerosa. Temos de ser muito cautelosos se quisermos terminar entre os primeiros”, concluiu Rómulo Branco.

A próxima jornada da Taça do Mundo Rali Vinhos Ervidira, que se realiza na Itália de 20 a 21 de Abril próximo.