Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Rosberg vence e reduz a diferença

05 de Setembro, 2016

Um erro cometido por Lewis Hamilton proporcionou a vitória do rival

Fotografia: AFP

Tudo estava encaminhado para Lewis Hamilton aumentar ainda mais a sua vantagem no campeonato, mas uma partida ruim deu a chance de que Nico Rosberg precisava para bater o companheiro e diminuir para apenas dois pontos a diferença entre os dois na luta pelo título.
O britânico, que dominou os treinos e parecia amplamente superior ao alemão, chegou a cair para sétimo nas primeiras curvas, mas se recuperou para chegar em segundo no GP da Itália.

A Ferrari chegou a andar em segundo e terceiro em casa, mas não teve ritmo para segurar as posições e ficou com o terceiro lugar com Sebastian Vettel e quarto com Kimi Raikkonen. Largando em 11º, Felipe Massa conseguiu algumas posições e terminou em nono. Já a corrida de Felipe Nasr acabou logo no início, após um toque com Jolyon Palmer.Com o resultado, a vantagem de Hamilton, que era de 19 pontos há duas semanas, agora é de dois (250 a 248) com sete provas para o final do campeonato. A próxima etapa será em Singapura.

HAMILTON
LARGA MAL

Depois de ter feito a pole position com quase meio segundo de vantagem, Hamilton largou mal e caiu de primeiro para sétimo. Segundo na grelha, Nico Rosberg teve de disputar a primeira travagem com Sebastian Vettel, que saiu muito bem do terceiro posto, para garantir o primeiro lugar, diante do alemão e de Kimi Raikkonen.

Valtteri Bottas subiu para o quarto posto, e logo passou a ser pressionado por Hamilton, que se livrara facilmente de Ricciardo. Perez, Massa - que arriscou na primeira curva e ganhou três posições - Alonso e Hulkenberg completavam o top 10. Massa e Alonso tinham a vantagem de estarem usando pneus novos, uma vez que largaram de fora dos 10 primeiros: o brasileiro estava com os macios e o espanhol, com os supermacios.

Felipe Nasr vinha lutando com as Renault quando se tocou com Jolyon Palmer na saída da primeira chicane e teve um pneu furado. O brasileiro tentou continuar, mas acabou abandonando ainda na quinta volta. "Eu estava na frente e senti uma pancada por trás. Não tem nada de diferente que poderia ter feito ali", disse o piloto da Sauber, que foi punido pela manobra.

Depois de perder várias posições na partida, Verstappen começou a se recuperar, superando primeiro Hulkenberg e depois Alonso para ocupar a nona posição, atrás de Massa. Mais à frente, Hamilton conseguiu passar Bottas após 10 voltas, quando Rosberg já tinha aberto 11s em relação ao companheiro na frente.

Após as primeiras paradas, Rosberg manteve a ponta e as Ferraris continuaram em segundo e terceiro, mas a Mercedes deixou claro que faria um pit stop a menos com seus pilotos, pois tanto Nico quanto Hamilton colocaram os pneus médios, enquanto as Ferraris optaram pelo supermacio. O britânico voltou em quarto, à frente de Bottas, Ricciardo, Perez, Verstappen, Massa e Grosjean.Vettel voltou aos boxes na volta 34 para colocar os pneus macios e ir até o final da prova, o mesmo acontecendo com Raikkonen no giro seguinte. Com isso, ambos os pilotos foram superados por Hamilton e não tiveram ritmo para se recuperar.