Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Rosberg confia nos próximos desafios da Mercedes

20 de Fevereiro, 2014

Rosberg está optimista

Fotografia: AFP

Para a maioria dos pilotos é melhor ser cauteloso ao fazer previsões sobre o desempenho de suas equipas no futuro. Mas não para Nico Rosberg. O alemão põe de lado o discurso circunstancial, mostra confiança ao projectar os próximos desafios da Mercedes.

“Estamos em óptimo humor dentro da equipa e acho que neste ano vamos conseguir vencer muitas corridas”, disse Rosberg em entrevista ao jornal “Berliner Kurie”.
A Mercedes foi uma das melhores equipas na primeira sessão de testes da pré-temporada, realizada em Jerez de la Frontera, em Espanha. Consistente, mesmo na primeira actividade após uma grande mudança de regulamento, o novo carro deixou a equipa optimista.

“O primeiro teste correu muito bem. Estamos no caminho certo. O meu carro possui grande confiabilidade, mas como ainda não podemos fazer uma comparação em relação aos rivais, também não podemos dizer com precisão em que estágios estão neste momento”, disse, evitando fazer previsões para o início da temporada regular.

“Infelizmente, ainda é muito cedo para falar sobre o campeonato. Mas podemos falar que estamos fortes em termos de confiabilidade. Eu consegui completar volta atrás de volta, e isso é importante para compreender o novo carro, especialmente quando você vê que os outros não conseguiram tantas voltas”, completou.

ACORDO
A Petrobrás reactivou a parceria com a equipa de Fórmula 1 Williams. Na passada terça-feira, a empresa anunciou um acordo de colaboração técnica no desenvolvimento de combustíveis e lubrificantes automobilístico para uso da equipa a partir da temporada 2015.

O comunicado diz que o trabalho conjunto com a fornecedora Mercedes, vai ter como foco a nova regulamentação para motores. A Williams e Petrobrás mantiveram uma parceria de 11 anos até 2008 no fornecimento de combustível.

“Com a entrada em vigor da nova regulamentação para motores, que exige que as equipas utilizem combustíveis mais eficientes, a nossa experiência vai garantir que a Williams esteja bem posicionada para atender às solicitações de maior eficiência”.