Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Rosberg ganha confiança

05 de Maio, 2015

O chefe de equipe da Mercedes acredita que Rosberg pode virar o jogo

Fotografia: AFP

Apesar do começo de temporada de Nico Rosberg ter sido muito abaixo em relação a Lewis Hamilton, Toto Wolff, depositou toda a confiança nas capacidades do piloto alemão para reagir e  firmar-se como um verdadeiro postulante ao título em 2015.

Passadas as primeiras quatro corridas, da temporada 2015 do Mundial de F1, o cenário dentro da Mercedes é amplamente favorável a Lewis Hamilton contra Nico Rosberg. O actual campeão do mundo venceu três corridas (Austrália, China e Bahrein) e soma 93 pontos.

O alemão, por sua vez, tem como melhores resultados dois segundo lugares (Melbourne e Xangai) , apesar de ser o vice-líder do campeonato, está bem atrás do companheiro de equipa, com 66 pontos. A grande diferença entre Lewis e Nico, no entanto, não mexe com Toto Wolff. O chefe de equipe da Mercedes acredita que Rosberg pode virar o jogo e  tornar-se efectivamente um postulante ao título durante a temporada.

Em entrevista ao site da revista britânica Autosport, o dirigente austríaco reiterou a sua confiança nas capacidades de Rosberg e citou alguns exemplos que reforçam a sua competitividade. “Quando você presta atenção para o desempenho dele na classificação na China, por exemplo, havia apenas 0s04 entre eles. Isso não é algo para alguém que está claramente batido. Foi uma pequena vantagem, mas o suficiente para Lewis assumir a pole e controlar a corrida. Podia ter sido completamente diferente se Nico tivesse estado na pole”, considerou.

Wolff reforçou o prestígio ao piloto alemão ao deixar claro que confia em sua reacção durante a temporada. “Nico não estaria na F1 como um vencedor de muitas corridas e um postulante ao título se ele permitisse ser desestabilizado após algumas corridas. Espero realmente que ele dê a volta por cima.
Não sei quando isso vai acontecer, mas ele sempre vai estar lá, sem dúvida alguma.”

Tomando como base a temporada passada, porém, não deve ser em Barcelona que Nico vai reagir contra Hamilton. A próxima etapa do Mundial em 2015, o GP de Espanha, acontece no fim de semana. No ano passado, quando a Mercedes já tinha um carro dominante em relação ao restante do grid, Lewis cravou a pole, liderou 60 das 66 voltas da corrida e alcançou a vitória no circuito catalão.


Aposta
Bernie Ecclestone deixa status de patrão da F1


O imperador do desporto, Bernie Ecclestone, tem-se deslocado  cada vez  com mais frequência ao Brasil, para cuidar da fazenda que produz o café que é servido em várias etapas do Mundial de F1. O GRANDE PRÉMIO acompanhou o britânico durante uma entrevista  concedida na cidade de Amparo, interior de São Paulo,  mostra uma faceta pouco conhecida do dirigente que conduz com mãos de ferro a principal categoria do automobilismo.

Surreal talvez, seja  a única palavra para definir o que foram as últimas horas de quarta e boa parte da quinta-feira da semana passada. O motivo era um só: Bernie Ecclestone, o todo poderoso comandante da F1, ia dar uma entrevista  na bela e tranquila Amparo, cidade que faz parte do Circuito das Águas e está distante cerca de 130 km de São Paulo.

Não era propriamente uma novidade, que Bernie, britânico de 84 anos, tenha a sua ligação com a cidade de pouco mais de 70 mil habitantes, uma vez que costuma descansar alguns dias na sua fazenda antes do GP do Brasil desde 2012.

Depois de algumas horas de planeamento, uma reunião de pauta de emergência para abordar uma situação tão inesperada e outras horas de sono envoltas em ansiedade, tinha chegado a hora de fazer-se à estrada naquela manhã de quinta-feira. Sim, o GRANDE PRÉMIO estava a caminho de um encontro que podia vir a  ser histórico. E realmente foi, algo muito além, do que se podia  imaginar.

A equipa do GP chegou ao Canto da Floresta Hotel Eco Resort, na divisa entre Amparo e Monte Alegre do Sul, por volta de 11h30, com muita antecedência em relação ao horário marcado, para o começo da entrevista, justamente para acompanhar os bastidores que cercavam aquela misteriosa entrevista de Bernie no interior paulista. O cenário  em torno do hotel ao mesmo tempo belo e silencioso, rodeado de fazendas e animais, inspira tranquilidade. Tudo muito distinto do mundo do qual faz parte Ecclestone, um imperador do desporto que está acostumado a lidar com chefes de estado e governo de todo o planeta e negociar cifras milionárias em função da F1.

Casado desde 2012, com a advogada brasileira Fabiana Flosi, Bernie adoptou o Brasil meio como uma segunda casa. Ainda em 2012, Ecclestone comprou a Fazenda Ycatu, avaliada na época em cerca de 10,5 milhões. A propriedade, que sempre teve  a produção de café, ganhou novos rumos ao ser adquirida pelo dirigente fazendeiro. Nascia a marca Celebrity Coffee, café gourmet servido nos paddocks de vários circuitos, que recebem a F1 ao redor do mundo.

 O prefeito  mostrou-se orgulhoso ao dizer que era já a terceira vez,  neste ano, que viu  Ecclestone em Amparo e por ter a chance de apresentar o empresário como um novo símbolo da cidade para o mundo.