Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Rosberg recupera liderança

19 de Setembro, 2016

Fotografia: AFP

Nico Rosberg retomou ontem a liderança do Mundial de Fórmula 1 ao vencer o Grande Prémio de Singapura, o 200º de sua carreira.Iniciando o fim de semana apenas dois pontos atrás de seu companheiro de equipa e ex-líder, Lewis Hamilton, o piloto alemão não deu chances ao britânico e confirmou o bom desempenho mostrado no circuito de Marina Bay durante todo o fim de semana, já que havia sido o mais rápido nas duas últimas sessões livres e posteriormente conquistou a pole position no treino qualificativo.

Com o triunfo, o piloto alemão tornou-se no primeiro piloto que venceu em Singapura sem ser campeão mundial da categoria.Utilizando pneus ultramacios, Rosberg fez uma corrida segura, mas foi incomodado por Ricciardo nas últimas voltas, que registou tempos melhores e por pouco não subiu no lugar mais alto do pódio.

Por ser um circuito de rua, o alemão e sua equipa sabiam das dificuldades de seus concorrentes em conseguirem ultrapassagens no estreito traçado e justamente por isso a Mercedes priorizou a parte estratégica para evitar surpresas. Com isso, ele abriu oito pontos à frente de Hamilton pelo título.Tentando evitar a perda da liderança faltando apenas seis corridas para o fim da temporada, Hamilton largou em terceiro, no entanto, tinha pela frente Daniel Ricciardo, que dividiu a segunda fila com Rosberg e não facilitou para o tricampeão mundial. Diante da evolução da Red Bull nesta segunda metade do ano, o australiano não só segurou o britânico como incomodou Rosberg.

Com isso Hamilton teve de se contentar com a sua nova realidade: a vice-liderança do campeonato, já que cruzou a linha de chegada em terceiro depois de retomar a sua posição de largada de Kimi Raikkonen.Por sua vez, Raikkonen esteve muito perto de ao menos assegurar um pódio para a Ferrari, no entanto, perdeu a terceira posição após parar nos boxes. O seu companheiro na escuderia italiana, Sebastian Vettel, fez uma corrida expressiva dentro de suas possibilidades. Largando no último lugar por conta de problemas mecânicos ainda no Q1 do treino qualificativo, o alemão fechou os trabalhos em quinto lugar.

Logo na largada Nico Hulkenberg foi forçado a abandonar a corrida após colidir com Carlos Sainz. O piloto alemão que largou em oitavo lugar acabou prensado pelo carro do piloto espanhol e pelo carro de Verstappen, perdendo uma de suas rodas e dando adeus às disputas no circuito de Marina Bay.

Após o acidente, Max Verstappen não conseguiu se estabilizar e perdeu algumas posições. Após largar na quarta posição, o jovem holandês chegou a figurar em décimo e protagonizou uma disputa espetacular com Daniil Kvyat pelo oitavo lugar quando já estava em nono. Responsável por tirar o russo da Red Bull, Verstappen foi persistente e conseguiu chegar em sexto, atrás da dupla da Ferrari.A Fórmula 1 volta daqui a duas semanas, em Kuala Lampur, para o Grande Prémio da Malásia. O campeonato promete esquentar nessa recta final já que agora a diferença entre Nico Rosberg, o novo líder, e Lewis Hamilton é de apenas oito pontos.