Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Rosberg termina vitorioso Grande prémio do Brasil

10 de Novembro, 2014

Rosberg triunfa no Grande Prémio do Brasil

Fotografia: AFP

O alemão Nico Rosberg, da Mercedes, sacramentou ontem o fim-de-semana "perfeito" no circuito de Interlagos, vencendo neste domingo o Grande Prémio do Brasil, em prova que teve trabalho para segurar o companheiro, o britânico Lewis Hamilton, que ficou em segundo, seguido por Felipe Massa, da Williams.Depois de liderar todos os treinos livres, as três partes do treino classificativo, garantindo a pole position, inclusive, Rosberg levou à melhor, praticamente de ponta a ponta, perdendo a liderança apenas na parte inicial da corrida, quando fez a sua primeira parada nos boxes.

Ontem, o vice-líder do Mundial havia garantido que era preciso vencer para poder dizer que viveu um fim-de-semana "perfeito" na capital paulista. Além do talento, Rosberg ainda contou com erro do principal rival, que na volta 28 chegou a dar uma escapada no fim da recta oposta, em momento que poderia ter tomado o primeiro lugar.Com o resultado de ontem, o alemão tirou sete pontos de diferença para Hamilton, ficando 17 atrás do companheiro. Na próxima etapa, o GP de Abu Dhabi, o britânico será campeão da temporada terminando na segunda posição, enquanto Rosberg precisa vencer e torcer para que o companheiro seja, no máximo, terceiro.

Felipe Massa, por sua vez, garantiu pela segunda vez presença no pódio - a primeira foi na Itália -, com a terceira posição. Isso, apesar de uma punição por excesso de velocidade na primeira parada nos boxes, e de um erro, quando quase parou no espaço reservado para a Mercedes, no terceiro e último pit.Atrás do brasileiro ficaram, em ordem, o britânico Jenson Button, da Mclaren, o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, o espanhol Fernando Alonso, o finlandês Kimi Raikkonen, ambos da Ferrari, o alemão Nico Hulkenberg, da Force India, o dinamarquês Kevin Magnussen, da Mclaren, e o finlandês Valteri Bottas, da Williams.O único piloto a abandonar o GP do Brasil foi o australiano Daniel Ricciardo, terceiro colocado no Mundial de Pilotos, que teve problema na suspensão .