Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Rússia atropela no "Grupo da Morte

23 de Junho, 2014

Selecção russa vai defrontar os Estados Unidos da América na próxima jornada em casa

Fotografia: DR

A Rússia bateu ontem a Sérvia por três sets a zero, com parciais de 25/19, 27/25 e 25/20, no segundo jogo válido pelo grupo B da Liga Mundial masculina de voleibol, disputado na cidade russa de Surgut. No primeiro jogo, na sexta-feira, os anfitriões também venceram os servos por igual resultado. Os Estados Unidos da América e a Bulgária completam a série.

Com o resultado, os russos somam mais três pontos, chegam a 14 e assumem a vice-liderança da série liderada pelos Estados Unidos da América, com 18. Pior para os sérvios, que desceram para a terceira posição e ficam estacionado com 11 pontos. Ainda pelo Grupo B, os norte-americanos e búlgaros enfrentaram-se pela segunda vez madrugada de hoje, nos Estados Unidos. No primeiro confronto, na última sexta-feira, os norte-americanos saíram vitoriosos, com parciais de três sets a um.

Em caso de vitória com uma diferença de dois ou três sets, os Estados Unidos chegam aos 21 pontos e ficam a sete de distância da Rússia. Com um triunfo em cinco parciais, a selecção do país do "Tio Sam" vai somar apenas dois pontos. No entanto, a Rússia pode diminuir essa diferença no próximo fim de semana, quando defrontar os Estados Unidos da América nos seus domínios.

Outro resultado importante do fim de semana foi a vitória da Argentina sobre a Alemanha, em Berlim, também por três sets a 0, com parciais de 25/16, 25/19 e 25/21, em partida válida pelo Grupo D. Com o triunfo, os argentinos vão a 23 pontos e sete vitórias. A série é liderada pela França, que tem a mesma pontuação da Argentina, mas com uma vitória a mais e um jogo a menos.

 Os franceses atropelaram, ontem, o Japão, fora de casa, em três sets, com parciais de 25/23, 25/18 e 25/16. As duas equipas voltaram a enfrentar-se ontem, em Quioto. O campeão de cada grupo classifica-se à fase final da Liga Mundial, que acontece em Florença, na Itália. O melhor segundo colocado entre todas as séries também garante uma vaga. Nesse caso, a Argentina, com 23 pontos, é vice-líder do Grupo D, e pode classificar-se para os jogos finais da competição.

Como a Itália, por sedear a última fase do torneio, já está classificada, o vice-campeão do Grupo A também tem direito a disputar as partidas em Florença. Com apenas oito pontos ganhos, o Brasil é lanterna da série da Itália e não teria passaporte carimbado para a cidade italiana.

LIGA MUNDIAL
Entradas vetadas
a mulheres no Irão

As mulheres, inclusive as jornalistas creditadas para acompanhar o evento desportivo, foram impedidas ontem de assistir à partida da Liga Mundial de Voleibol masculino entre o Irão e a Itália, informou a imprensa iraniana. "As mulheres estão proibidas de entrar no estádio nas próximas três partidas que vão ser realizadas em Teerão, capital do Irão", assinalou a agência de notícias iraniana Irna, sem dar mais detalhes sobre a decisão.

O Irão está no grupo A do torneio, junto com Brasil, Polónia e Itália, e enfrentou os italianos no complexo desportivo Azadi, em Teerão. Segundo o site de notícias Khabaronline, a polícia impediu a entrada das mulheres na primeira partida contra os italianos, inclusive as jornalistas credenciadas, na sexta-feira passada.

Nas partidas anteriores, apenas as jornalistas puderam entrar, enquanto as adeptas ficaram de fora a protestar nos arredores do complexo. Segundo a imprensa local, o vice-presidente encarregado da Família e das Mulheres, Shahindokht Molaverdi, protestou contra essa proibição ao afirmar que ela não existia até ao momento para partidas de voleibol. O acesso aos estádios de futebol está proibido para mulheres no país, oficialmente, por causa do comportamento obsceno de alguns adeptos masculinos.