Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sacos e mochilas proibidos na Maratona de Boston

01 de Março, 2014

Depois da tragédia ocorrida no ano passado a organização da Maratona de Boston procura garantir mais segurança

Fotografia: AFP

A organização da maratona de Boston anunciou na passada quinta-feira a proibição de mochilas e sacos em alguns locais da prova, no âmbito das medidas de segurança introduzidas um ano depois dos atentados que vitimaram três pessoas, em 2013.

“Mochilas e sacos não devem ser permitidos em certos locais, na partida e na zona perto dela, em Hopkinton, na meta ou nas imediações, em Boston, e ao longo do percurso”, informou a organização.

Na edição de 2013 da emblemática corrida explodiram bombas junto à linha de chegada, que provocou a morte a três pessoas e feriu outras 250, o que levou a organização a adoptar medidas de segurança mais apertadas para a prova de 2014.

Este ano, nem mesmo os participantes vão poder transportar mochilas ou sacos para guardar os seus pertences.

“Com um aumento de  área  para segurança de todos, estamos a trabalhar com as autoridades oficiais públicas para assegurar que vamos preservar a excepcional experiência de corrida, que faz da maratona de Boston uma referência no mundo do desporto, ao mesmo tempo que fazemos o dia da corrida mais seguro e agradável para todos”, refere a mesma fonte.

A organização apela à “cooperação, paciência e compreensão” dos participantes, que se devem dirigir atempadamente para a partida.

Na corrida de Boston marcada para 18 de Abril, vão ser também proibidos recipientes de vidro, garrafas com mais de um litro de líquido, assim como roupa com bolsos, fatos volumosos ou máscaras, por esse facto a organização vai fornecer sacos de plástico transparentes para os corredores que pretendam depositar uma muda de roupa na partida, para levantarem à chegada.