Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sam Lowes vence em Espanha

25 de Abril, 2016

Com o resultado, Lowes chegou aos 72 pontos e abriu dez de vantagem sobre Rins. Zarco tem o terceiro posto à frente de Luthi e Folger.

Fotografia: AFP

Depois das boas corridas do tour pelas Américas, a chegada à Europa devolveu a Moto2 ao seu antigo formato, com provas de pouca emoção. Além da agitação mínima, a disputa de ontem em Jerez de la Frontera também foi marcada por muitas caídas, mas Sam Lowes ignorou os factos para conquistar a sua primeira vitória em 2016.

Pole-position na prova andaluz, Sam Lowes perdeu a liderança nos metros iniciais, mas tratou de reagir logo a seguir, superou Jonas Folger e retomou a dianteira. Na primeira metade da corrida, o piloto da IntactGP ainda conseguiu acompanhar o passo e pressionar o gémeo de Alex, mas, aos poucos, o número 22 escapou e abriu mais e mais e anulou qualquer oportunidade da concorrência.

Com uma boa largada, Álex Rins colocou-se na posição de pódio, mas acabou isolado na disputa. Assim, o espanhol recebeu a bandeirada em terceiro, à frente de Franco Morbidelli.

O piloto da Marc VDS também não teve ritmo para acompanhar os que iam à frente, mas precisou segurar Lorenzo Baldassarri em meados da disputa. A pressão do titular da Forward não durou muito tempo e Franco conseguiu consolidar o seu quarto posto.

Mais atrás, Johann Zarco fez uma prova de recuperação, após um fim de semana difícil. Bateu Tom Lüthi para garantir o quinto posto, após a queda de Lorenzo. Takaaki Nakagami ficou em sétimo, com Dominique Aegerter, Luis Salom e Xavier Siméon a completar o top-10.

Na volta de desaceleração, um momento fofo. Rins parou com algum problema e Zarco veio ao resgate do espanhol: tratou de empurrar a moto do piloto da Pons até que voltasse a funcionar outra vez.

Com o resultado, Lowes chegou aos 72 pontos e abriu dez de vantagem sobre Rins. Zarco tem o terceiro posto à frente de Luthi e Folger.

EM JEREZ
Lorenzo culpa
“mau” pneu


Jorge Lorenzo não ficou nada satisfeito com o resultado do Grande Prémio de Espanha, realizado ontem no circuito de Jerez de la Frontera. O espanhol largou da segunda posição, não conseguiu superar Valentino Rossi e cruzou a linha de chegada na mesma posição.

Em declarações públicas, o espanhol disse que, na prova em frente à claque de casa, o ritmo e um problema com o pneu foram os grandes vilões da sua corrida.

“O ritmo na largada não estava tão veloz e Valentino Rossi estava mais veloz do que eu, desde o início da prova. No meio da corrida, consegui manter a distância, mas de repente no final, o meu pneu começou a apresentar um problema, estava a rodar como se fosse para pista molhada. Quando alcancei Rossi, a minha moto falhou”, disse.

Jorge Lorenzo afirmo também que poderia ter triunfado, caso não fosse o problema no seu composto. “É uma droga tudo isso. Poderia ter vencido a corrida com uma grande diferença, mas por culpa da tracção da roda não pude fazer mais nada, apenas diminui”, encerrou.

Marc Márquez
“corrida melhor”

Marc Márquez pode não ter conquistado o resultado que gostaria, mas saiu feliz com a liderança do campeonato. Ontem, em Espanha, o piloto da Honda bem que tentou superar a dupla da Yamaha, mas terminou o dia no degrau mais baixo do pódio.

O titular da Honda já percebia desde a largada que algo não estava certo com a sua moto. Para si, não se comportava como no dia anterior. “No início, percebi que não estava a sentir-me completamente confortável como ontem, Fui até o limite atrás do Jorge Lorenzo, mas quase caí algumas vezes durante a corrida. Se for a pensar, 16 pontos é bom para o campeonato, ainda estou na liderança”, disse.

Marc Márquez lamentou por não poder entregar um resultado melhor aos seus fãs de casa, mas reconheceu que não teria mais nada para fazer. “Esperava uma corrida melhor hoje (ontem), principalmente à frente dos fãs. Infelizmente, não foi possível. Tive um momento em que tomei uma decisão nada fácil, que era me conformar com a terceira posição”, encerrou.