Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

So Silvestre com espectculo musical

Silva Cacuti - 01 de Dezembro, 2018

Fotografia: Edies Novembro

Um espectáculo musical, que reúne alguns dos principais nomes do mercado musical luandense, vai abrilhantar o encerramento da 63ª edição da corrida de fim de ano, São Silvestre, que sai à rua no dia 31 de Dezembro do corrente ano. A iniciativa foi anunciada ontem, durante uma conferência de imprensa, pela Mambo Sport, empresa que trabalha na produção da corrida.
Na ocasião, Adriano Nunes, director da prova, anunciou o aumento do número de postos de refrescamento, que passam a sete, contra os cinco da edição anterior. O director da prova disse ainda, que as inscrições decorrem no Estádio da Cidadela, junto ao Marco Histórico do Cazenga, na paragem de autocarros da Mutamba e na sede da Federação. Para a inscrição, os interessados devem apresentar o BI, ou o passaporte, ou ainda, a carta de condução. 
O encontro com jornalistas foi presidido por Bernardo João, presidente da Federação Angolana de Atletismo (FAA),  revelou  que um trio eléctrico vai percorrer as principais artérias de Luanda e que além de fazer a promoção da prova com um treinador de bancada, vai ser também um posto de inscrição móvel. O líder federativo reiterou os avanços nas negociações com a empresa petrolífera Sonangol, que há alguns anos foi a maior patrocinadora.
A água Cuima, vai ser a água oficial para o refrescamento na prova, sublinhou. O responsável referiu-se, também a outros patrocinadores, como o BFA, Ensa, Taag, Chevron e Total. 
Da parte da Associação Provincial de Atletismo de Luanda, Pascoal Tchitumba, secretário -geral, anunciou a realização de duas provas, antes da corrida de fim de ano. \"Uma vai ser a prova alusiva ao aniversário dos Correios de Angola, a 9 de Dezembro,  a segunda, prevista para 15 de Dezembro, designada \"pré -São Silvestre\", que pode correr no traçado da São Silvestre.
Gertrudes Sepúlveda, vice - presidente da Federação, indicada porta-voz da prova, disse que estão criadas todas as comissões de trabalho para o sucesso da prova. Anunciou, também, a criação de uma comissão de conselheiros da organização da corrida que integra o antigo presidente da FAA, Carlos Teixeira, os professores e treinadores Bernardo Manuel, André Quitongo e o antigo vice -presidente, Erlindo Lidador.
Este ano, a São Silvestre não vai ter padrinho. A prova conta com corredores internacionais de países convidados, nomeadamente, Quénia, Etiópia, Brasil, Portugal e os da região Austral.
Simão Manuel, atleta do 1º de Agosto, venceu a edição passada ao cronometrar 31.29 minutos, seguido por Alexandre João, 31.35 minutos e David Elias, ambos do Interclube. Na quarta e quinta posição ficaram Avelino Sangahala e Miguel Mota, afectos ao 1º de Agosto.
No sector feminino, Adelaide Machado, do Interclube, com o tempo de 36.34 minutos, venceu, seguida por Luciana Viengo e Josefina Baptista.