Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sayovo compete no Brasil

26 de Abril, 2014

Velocista angolano e campeão olímpico de 2004 esteve em grande no primeiro dia de competição que decorre na cidade de São Paulo

Fotografia: Jornal dos Desportos

O velocista angolano José Sayovo encerra hoje, a sua participação no meeting internacional “Brasil Caixa Lotarias”, na pista do Complexo Desportivo do Ibirapuera, em São Paulo (Brasil). A prova que arrancou na última quinta-feira conta com a participação de 60 atletas de referência mundial do atletismo adaptado.

Com o aproximar dos Jogos Paralímpicos Rio2016, é uma excelente oportunidade para  os concorrentes de 11 países presentes tentarem o mínimo exigido, num evento sob chancela do Comité Paralímpico Internacional (IPC).

Ao José Sayovo (classe T11 - deficiência visual total), juntam-se outros astros da modalidade, como os norte-americanos David Prince e Richard Browne, além dos brasileiros Lucas Prado e Filipe Gomes. Estes dois últimos são concorrentes directos do  representante nacional.

Apesar de não estar na sua melhor forma desportiva (parado um tempo por lesão), Sayovo é sempre tido em conta devido as suas conquistas em provas africanas, mundiais e jogos paralímpicos.

Nos jogos paralímpicos, Sayovo leva três participações, Atenas2004 (três medalhas de ouro nos 100, 200 e 400 metros), Pequim2008 (três medalhas de bronze nas mesmas distâncias) e Londres2012 (ouro nos 400 metros e bronze nos 200). Lucas Prado foi campeão nos jogos paralímpicos de Pequim2008 (100, 200 e 400 m), enquanto Felipe Gomes, o vencedor dos 200 metros na edição de Londres2012.

O combinado nacional íntegra duas promissoras atleta da classe para deficientes visuais, designadamente Maria da Silva e Esperança Gicasso que na casa dos 20 anos já com alguma experiência internacional, as atletas estão a ser preparadas, fundamentalmente, para o campeonato africano deste ano e jogos paralímpicos do Rio de Janeiro em 2016. Em 2013, Maria conquistou a medalha de prata nos 400 metros no campeonato do mundo de atletismo do IPC, disputado em França. No mesmo evento, Gicasso obteve a medalha de bronze nos 200 metros.

As duas angolanas vão ter como principal adversária a anfitriã Terezinha Guilhermina. A atleta cega mais rápida do mundo é bicampeã paralímpica nos 100 e 200 metros, nos jogos de  Pequim2008 e Londres2012.

Também vão fazer parte da competição que termina sábado nomes como Prince, que conquistou o bronze nos 400 m da classe T43/T44 (deficiência dos membros inferiores) no mundial de Lyon, França2013, prova em que o brasileiro Alan Fonteles foi campeão.

Da África do Sul está presente em São Paulo Dyan Buis (T38 - paralisia cerebral), detentor de três medalhas nos Jogos Paralímpicos Londres2012. A delegação sul-africana íntegra ainda Fanie Van der Merwe, actual bicampeão paralímpico (T37) nos 100 e 200 metros em Pequim2008.