Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sebastian Vettel acredita na vitória da Mercedes

20 de Novembro, 2014

O destino do piloto alemão é a Ferrari que ainda está sem confirmar a contratação

Fotografia: AFP

O actual campeão da Fórmula 1, Sebastian Vettel, ainda não sabe quem vai substituí-lo no posto, na época 2014. O alemão acredita que tanto Lewis Hamilton quanto Nico Rosberg merecem o título da principal categoria do automobilismo mundial. O piloto da Red Bull citou os números de triunfos de cada um, também a consistência apresentada durante o ano.“Ambos merecem o título. Lewis venceu mais corridas, mas Nico foi mais consistente e  muito inteligente. Eles são dois tipos de pilotos completamente diferentes, mas ambos fizeram um grande trabalho este ano”, afirmou Vettel ao jornal alemão Sport Bild.

Vettel relembrou a primeira conquista em 2010, quando Fernando Alonso e seu companheiro de equipa Mark Webber estavam na frente na tabela de classificação do Mundial de Pilotos, na etapa final da temporada.“Felizmente, os outros não conseguiram marcar os pontos necessários para o título. Fiquei surpreso porque, estatisticamente, Fernando e Mark tinham chances bem maiores de conseguir as posições que precisavam. Então, é uma situação difícil para Nico agora,quanto foi para mim naquela oportunidade”, declarou.

O piloto da Red Bull lembrou que na oportunidade acabou por  concentrar-se exclusivamente na necessidade de vencer a corrida, esquecendo a classificação e outros factores que podiam atrapalhar a  conquista.“Eu sabia que a minha única chance de ser campeão era vencer a prova.Estava totalmente concentrado nisso, não queria receber actualizações de como estava a tabela do campeonato, por exemplo”, revelou o alemão.Na configuração actual do Mundial, Hamilton lidera a classificação com 334 pontos, enquanto Rosberg é o segundo com 317. A equipa dos pilotos que disputam o título, a Mercedes, já conquistou o campeonato de construtores desta temporada.

Compromisso
com a Red Bull

O tetracampeão Sebastian Vettel vive um momento diferente, em vésperas da última etapa do Mundial de Fórmula 1, que vai ser disputado neste fim- de -semana em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Se nas últimas quatro épocas o alemão chegava à prova derradeira a comemorar o título ou a lutar para ser campeão, em 2014 Vettel aparece em baixa, prestes a deixar a Red Bull. Apesar da época conturbada, que aparece com menos pontos que o companheiro de equipa Daniel Ricciardo, Vettel nega que guarde mágoa. “Estive aqui (na Red Bull) por tempo suficiente para saber o que está a acontecer. Portanto, não me sinto posto de lado. Depois de cinco anos é possível conhecer as pessoas, acredito que haja confiança mútua”, afirmou Vettel.

O piloto alemão ainda disse ser natural a decisão da equipa em não consultá-lo sobre o desenvolvimento do carro para a próxima temporada, uma vez que Vettel não ia permanecer. O destino do alemão vai ser a Ferrari, que ainda não confirmou oficialmente a contratação do piloto.“Há coisas que testamos na pista que tenho a certeza que podem ser usadas no próximo ano. Do ponto de vista da equipa, o melhor para eles é usar os dois carros para testar essas coisas. Certamente não estou a saber de nenhum segredo desde quando defini a minha saída. Mas não me sinto posto de lado, não me sinto como a terceira roda da carroça”, completou.