Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sebastian Vettel considera punies desnecessrias

01 de Setembro, 2016

Vettel no est satisfeito

Fotografia: AFP

Sebastian Vettel não está satisfeito, com a política de punições, dos organizadores da Fórmula 1. Segundo o alemão, os responsáveis por analisar as manobras polémicas deviam deixar que os próprios pilotos resolvessem as diferenças durante as práticas, e caso algum deles não estivesse satisfeito, que recorresse às autoridades.

“Você quer ter uma corrida limpa, você não quer estar no tráfego quando começar a volta, especialmente em pistas como Spa, isso, é o que todo mundo pensa. Às vezes, você está numa situação onde dois pilotos vão utilizar a parte da zebra, e é possível que venham conversar, por causa do ocorrido. Mas no geral, não sou fã disso, penso que eles deviam nos deixar resolver sozinhos”, disse Vettel.

Durante o treino livre do GP da Bélgica, na última semana, Vettel comentou com a sua equipa, pela rádio, sobre a atitude inapropriada de Kevin Magnusen. O ferrarista não concordou com a conduta do rival da Renault, que mesmo sem haver disputas na prática do dia, tentou segurá-lo no traçado de Spa.

Apesar das reclamações, Sebastian Vettel conversou com a comissão de julgamento e defendeu Magnussen, disse às autoridades que a postura do dinamarquês não chegou a ser tão grave, a ponto do adversário ser punido. O piloto da Renault reconheceu o acto do tetracampeão mundial,  prometeu evitar mais problemas no restante da temporada.

“Ninguém saiu  da pista,  não houve contacto, deixei espaço para ele. Ele estava irritado, mas quando nós falámos com as autoridades, ele estava muito calmo. Na verdade,  ele disse que não achava que aquilo era passível de punição. Foi bom da parte dele ser justo. Garanto que irei melhorar na questão de administrar os meus espaços da próxima vez”, comentou Magnussen.