Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco projecta africano do Egipto na Ilha

Rosa Panzo - 18 de Junho, 2017

Tcnica de largada, viragem de bordo, Cambadela

Fotografia: Paulo Mulaza

O seleccionador angolano, Moisés Camota disse que o programa preparação é extremamente intensivo atendendo o tempo que começa a esgotar. \" O grupo esta moralizado e todos nós sabemos as responsabilidades que temos com esta missão\", disse

Para o treinador a missão é difícil atendendo os objectivos traçados para esta edição onde o maior objectivo é a revalidação do titulo.

\" Antes já éramos considerados alvo a bater nas competições internacionais desde a conquista da medalha de bronze, na África do Sul e com as duas medalhas de ouro no último africano que Angola acolheu em 2016, acho que todas as atenções estarão viradas para nós\".

Trabalham a serviço da Selecção dez velejadores, sendo cinco da equipa \"A\" e cinco suplentes dos quais Osvaldo da Gama, Emílio Chissingui, Osvaldo Carlos, Graciano Novais e Aline Lourenço, fazem parte da lista de convocados.

Completam a lista os velejadores suplentes  Eduardo João, Decapro Fernandes, Guilherme Neto, Alexandre António, Rosário Paulo, João Luacuti, Armindo de Sousa, José Armando e Fernando Sabalo. Recorda-se que em 2016 Angola arrebatou dois títulos inéditos, desde que se estreou na competição continental, em 2008 nas Ilhas Maurícias.

Pela primeira vez o país conquistou o título de campeão africano de Optimist, por equipas e um individual por intermédio de Osvaldo da Gama, ao vencer na final por 2-1 a Argélia, em prova realizada na Ilha de Luanda.
Foram os protagonistas os velejadores, Osvaldo da Gama, Decaprio Fernandes, Lourenço Simão, Aline Lourenço e João Luacuti (Capitão).